Resumo Do Texto Brutalismo Escola Paulista Entre O Ser E O N O Ser Zein

345 palavras 2 páginas
Resumo do texto: Brutalismo, escola Paulista: entre o ser e o não ser – Zein

É importante ressaltar que ao contrário do que muitos pensam a arquitetura paulista não se fixou somente a arquitetos de São Paulo nem esteve presente em todos os arquitetos paulistas. E não possuiu um conceito fixo exato do que é, somente especulações e a certeza de que o concreto aparente era sua característica mais marcante.
Com ela houve o rompimento da tradição de leveza e transparência características da arquitetura brasileira. Ela buscava ser inserida para uma parte da sociedade que possuía poder aquisitivo elevado e clientes que não colocassem empecilho nenhum nos projetos, estabelecendo assim novas regras para a sociedade. Foi um estilo no qual predominavam as linhas retas e o abstracionismo. E teve forte influência e semelhanças de técnicas e materiais utilizados por arquitetos conceituados como Le Corbusier, Mies Van de Rohe (principalmente através de sua ênfase no volume único e na estrutura, sendo mais no método que na forma).
Foi proposto também o modelo de projetos voltados para a resolução dos problemas sociais e econômicos do país solucionando o problema habitacional de muitas pessoas. O que restringiu o modelo a apenas alguns profissionais servindo de aspirações sociais e políticas. O objetivo era construir uma “máquina de habitar” com materiais genéricos e se possíveis industrializados, criticando valores tidos como “burgueses”, as casas eram implantadas introspectivamente como

Relacionados

  • Resumo e resenha: o que é ser um bom psicoterapeuta?
    1715 palavras | 7 páginas
  • Resumo do livro "faça o que tem de ser feito"
    949 palavras | 4 páginas
  • Antropologia Etica e Cultura- O ser humano
    816 palavras | 4 páginas
  • Resenha - o que é ser arquiteto
    372 palavras | 2 páginas
  • FICHAMENTO DO LIVRO ESCOLA LEITURA E PRODU O DE TEXTO
    1035 palavras | 5 páginas
  • O homem um ser extraordinário
    925 palavras | 4 páginas
  • Cap. 3: O "verdejar" do ser: o movimento ambientalista
    2453 palavras | 10 páginas
  • O ser humano - Bochenski
    3095 palavras | 13 páginas
  • Resumo o papagaio que desejava ser gente
    838 palavras | 4 páginas