Resumo acerca da teoria da personalidade de Melanie Klein

3865 palavras 16 páginas
Melanie Klein passa a analisar filhos de analistas e de conhecidos de analistas

Originalmente ia até a cada das clientes, começa a brincar e analisar o brinquedo como se fossem sonho.

Uma das primeiras pacientes que Klein atende é Rita – onde observou que seu jogo ia ficando cada vez mais violento, cada vez mais sádico, e Klein, fica um tanto quanto instigada com este sadismo do jogo, e observa que o sadismo ia se repetindo no jogo de diversas crianças, então começa a pensar e publicar dizendo que talvez estava interpretando as fantasias sexuais mas começa a achar que o mais importante não é tanto cada uma das fantasias sexuais, mas a fantasia sádica presente.

Fica impactada com o que observa, começa não só interpretar a sexualidade mas a presença do sadismo no jogo da criança, observando as etapas oralidade, analidade, falicidade aparecia sempre em fantasias sádicas muito intensas.

Teoriza este achado procurando tomar a publicação de Freud, onde ele falava no instinto de morte, acha que o sadismo que aparecida no jogo das crianças poderia estar relacionado ao instinto de morte de Freud.

Acaba constituindo uma concepção de ser humano diferente de Freud, por que enquanto para Freud a questão originária era o desejo, a sexualidade, se tratava para Freud de poder alcançar a memória dos desejos sexuais incestuosos de que teriam sido reprimidos.

Melanie Klein começa a acreditar que o que é originário não é a sexualidade, começa a acreditar que o que é

Relacionados

  • Atendimento clinico (ludoterapia)
    3216 palavras | 13 páginas
  • Atividade avaliativas corrigidas
    13533 palavras | 55 páginas
  • A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NO TRATAMENTO DO PORTADOR DE ESQUIZOFRENIA
    18806 palavras | 76 páginas
  • A TRAVESSIA DE ULISSES PELO COMPLEXO DE ÉDIPO: ELABORAÇÕES PSICANALÍTICAS ACERCA DE UM CASO CLÍNICO
    17839 palavras | 72 páginas
  • Contributos da psicanálise para a educação
    12961 palavras | 52 páginas
  • Privação e delinquência
    14080 palavras | 57 páginas