Resumo cap. 2 introdução a economia

2274 palavras 10 páginas
CAPÍTULO 2 - PENSANDO COMO UM ECONOMISTA
A primeira coisa a perceber-se é que economia é uma ciência (a formulação e o teste desapaixonados de teorias sobre o funcionamento do mundo). O método de estudo não é por experiências como na física, por não ser possível testar teorias econômicas a todo instante, por isso a história é muita analisada para que se possa ter idéias sobre os impactos econômicos. Além da história também se criam várias hipóteses sobre as conseqüências de uma nova teoria econômica.
Modelos econômicos Servem para ter uma idéia principal do funcionamento da economia.
1º MODELO – O DIAGRAMA DO FLUXO CIRCULAR DE RENDA.
Baseia-se que existem 2 tipos de tomadores de decisão: Famílias e empresas. As empresas produzem bens e serviços usando o trabalho, terra, capital (Fatores de Produção). E as famílias são as proprietárias dos fatores de produção e consomem todos os bens e serviços. É baseado no diagrama de fluxo circular de renda: Ver o esquema na próxima pagina.
2º MODELO – FRONTEIRA DE POSSIBILIDADES DE PRODUÇÃO
-Neste exemplo só existem carros e computadores na economia
-Se todo o recurso for investido em computadores, terão 3000 pc´s e zero carros
-Se todos os recursos forem investidos em carros, existirão 1000 carros e 0 pc´s
-O triângulo é inviável, pois a economia não tem recursos suficientes.
-O ponto Rosa é ineficiente, pois apresenta um nível de produção abaixo do limite.
-A causa da ineficiência pode ser o desemprego, crise econômica

Relacionados

  • Resumo cap. 6 economia fundamentos da economia
    959 palavras | 4 páginas
  • Resumo Economia contemporânea Gremaud cap 22
    912 palavras | 4 páginas
  • Introdução à economia - resumo capítulo 4 mankiw
    1529 palavras | 7 páginas
  • Resumo CAPS 3 E 4 - ECONOMIA POLITICA: introdução crítica (netto e braz)
    1382 palavras | 6 páginas
  • Resumo Livro “Introdução a Economia”
    1595 palavras | 7 páginas
  • Economia resumo - introdução a economia
    2864 palavras | 12 páginas