Resumo codigo deuteronomio

941 palavras 4 páginas
O código deuteronômio
Art. 12 Lei de unidade de santuário. São as leis que o deus Javé deu para serem seguidas todos os dias da vida, Javé poderia escolher onde queria fazer tua moradia

Art 13. O falso profeta: Javé estaria observando tudo que ele ordenou, e teria que cumprir sem modificar nada. Se aparecer um falso profeta dizendo: vamos atrás de outros deuses que tu não conhece, não era para acreditar em tal dizeres, pois, Javé experimenta para ver se realmente a amais de todo vosso coração. Somente poderia servir,apegar-se e obedecer a Javé, e todos os falsos profetas deveriam morrer, quando fores incitado por um amigo a procurar e servir outro deuses não poderá poupá-lo e nem escusarás você tinha que ser o primeira para
…exibir mais conteúdo…
Art. 18 Os sacerdotes e levitas não terão nem parte nem herança em Israel, os sacrifícios oferecidos a Javé serão sua herança Javé escolheu estes servos para toda a vida. O profeta que falar pelo nome de Javé palavras que ele não disse ele será morto, saberás que o profetaestá mentindo quando ele falar alguma coisa e não acontecer.
Art. 19. As cidades de refúgio: Javé daria para seus servos uma terra separada, para que as pessoas que tenham cometido homicídio culposo se refugiassem para lá, porque nestas terras estariam a salvos dos vingadores . Para ter a validação de testemunhas uma só não bastavam porque este poderia ser falso, teria que ter ao mínimo duas testemunhas.

Art. 20. A guerra: Quando se encontrarem em campanha não eram para temer pois Javé ali estavam com eles, e os sacerdotes mandavam retornar ao seu lar quem estava noivo, quem acabou de construir uma casa e não desfrutou dela. Quando se aproximarem de uma cidade para a batalha oferecerá a paz antes de tudo, se não fosse aceita a paz mataria todos os homens, e desfrutavam do seus bens.

Art. 21. O homicídio: Se fosse encontrado alguém morto e não se encontrassem o culpado os anciãos mediriam os metros do corpo até as cidades circunvizinhas e ali o sacerdotes se encaminhariam de pedir o perdão a Javé. Se em campanha encontrares uma mulher que chamasse s atenção poderia torná-la sua esposa. O filho primogênito sempre terá direitos aos seus bens mesmo que o pai não gostar

Relacionados

  • A banalização do instituto do dano moral
    4048 palavras | 17 páginas
  • Historia do direito
    6911 palavras | 28 páginas
  • A Banalização dos Danos Morais nos Juizados Especiais Cíveis
    9279 palavras | 38 páginas
  • Resenha crítica de a ética protestante e o espírito do capitalismo
    2912 palavras | 12 páginas
  • trabalho sobre o apocalipse
    5127 palavras | 21 páginas
  • Pena De Morte Material De Apoio
    10101 palavras | 41 páginas
  • O MITO DE NARCISO E ECO E ESPIRITUALIDADE
    11873 palavras | 48 páginas
  • MODULO 1 CONSTITUIÇAO BRASILEIRA PARA AS IGREJAS
    8038 palavras | 33 páginas
  • DANO MORAL NA JUSTIÇA DO TRABALHO
    14857 palavras | 60 páginas