Resumo construtivismo e cognitivismo

519 palavras 3 páginas
O cognitivismo/construtivismo é um dos mais recentes ramos da investigação da psicologia, que visa o estudo da aquisição de conhecimento, usando métodos quantitativos, positivistas, científicos e a relação e a interação com o meio e que descrevem as funções mentais como modelos de processamento de informação. O maior estudioso desta corrente foi Jean Piaget, que se interessou em analisar como o conhecimento é adquirido e começou a realizar alguns testes com crianças. Para atingir sua formulação teórica, Piaget pensava que deveria estudar a forma pela qual as crianças construíam as noções fundamentais do conhecimento lógico. Ele observava as crianças em situações naturais e criava experimentos, que foram denominados de método clínico de investigação. Piaget defendia a ideia de que a criança possui uma lógica de funcionamento mental dissemelhante qualitativamente da lógica do adulto, segundo Davis e Oliveira (1994, p.37), Piaget se propôs a investigar como e através de que mecanismos, a lógica infantil se transforma em lógica adulta. Com o intuito de explicar como e porque ocorre o desenvolvimento cognitivo, Piaget usa quatro conceitos: O esquema, estruturas mentais a que os indivíduos intelectualmente se adaptam e com as quais/nas quais organizam o meio ambiente; A assimilação , colocação de novos objetos em um esquema já existente, que permite a ampliação dos esquemas; A acomodação, que envolve a modificação dos esquemas para corresponderem aos objetos da realidade; A

Relacionados

  • Diferenças e semelhanças de piaget, vygotsky e wallon
    1336 palavras | 6 páginas
  • Relação terapeutica para tcc
    3680 palavras | 15 páginas
  • Teste
    4383 palavras | 18 páginas
  • Alfabetização e letramento
    14621 palavras | 59 páginas