Resumo da pág 97 a 198 do livro: teologia sistemática wayne gruden.

2471 palavras 10 páginas
RESUMO
Grudem, Wayne. Teologia Sistemática.
Vida Nova: São Paulo, 1994. p.xv – 545.

Grudem, através deste livro consegue de uma maneira simples e moderna transmitir sua visão acerca das Escrituras, e da Pessoa de Deus. Aborda a importância da Teologia Sistemática na vida do Cristão com argumentos convincentes da palavra de Deus.
Consegue atrair a atenção do leitor com perguntas tais como:
Como sabemos que Deus existe?
Será que podemos realmente conhecer a Deus?
Quanto de Deus podemos conhecer?
Em que aspectos Deus é diferente de nós?
Em que aspectos Deus é como nós no seu ser e nos atributos mentais e morais?
Em que aspectos é Deus como nós nos atributos da vontade e nos que sintetizam a sua excelência?
Como Deus pode ser três
…exibir mais conteúdo…
Os principais debates que influenciaram o pensamento cristão nos últimos 2 mil anos. Seus filósofos e as correntes da pensamento em cada época da história da igreja.
O autor descreve as 4 fontes da teologia como: As Escrituras, A razão, A tradição, A experiência.
1 – As Escrituras.
Com o debate entre teólogos católicos romanos e protestantes sobre os livros bíblicos inspirados e apócrifos(não canônicos), em 1546 o concílio de Trento definiu o Antigo Testamento como “Aqueles livros do Antigo Testamento que se encontravam nas bíblias grega e latina”, eliminando a distinção entre Antigo Testamento e os “livros apócrifos”.
“Antigo Testamento”(relacionamento entre Deus e o mundo através da lei) e “Novo Testamento”( relacionamento entre Deus e o mundo com a vinda de cristo)
Lutero definia o Antigo Testamento com uma religião voltada para a lei, e o Novo Testamento voltado à graça.
Somos justificados pela graça e não por obras. Lutero dizia que o judaísmo acreditava na justificação pela obras.
Calvino defende que os dois testamentos são basicamente idênticos. Cristo é anunciado e a graça do Espírito Santo é ofertada em ambos os testamentos, embora de uma forma mais clara e mais completa no Novo Testamento.
A palavra de Deus é usada para designar Jesus Cristo, o evangelho de Cristo e a Bíblia como um todo.
O gênero literário das Escrituras é a narrativa que se baseia constatação de que a Bíblia conta histórias sobre Deus culminando num dos movimentos

Relacionados