Resumo de Historia da Enfermagem

9159 palavras 37 páginas
RESUMÃO de História da Enfermagem – ESTÁCIO – AV2 – Por Heloísa Nogueira Na antiguidade remota, cabia às mulheres cuidar da habitação e da prole, além de feridos e idosos; aos homens cabia prover as necessidades com alimentação, deveriam cuidar de ferimentos de guerra, traumatismos e fraturas, assim como dominar pessoas agitadas ou embriagadas. Dessa organização de tarefas surgiu a primeira divisão sexuada do trabalho. O cristianismo exerceu enorme influência na ação de cuidar, pois, ao valorizar o cuidado com pobres e doentes, fez com que pessoas da nobreza, como reis e rainhas, se despojassem de seus bens para se dedicar à caridade A queda do Império Romano, em 476, foi seguida por um grande caos, e a Igreja teve dificuldade em organizar-se, mas conseguiu fazê-lo em três frentes: a luta pelo poder que mantinha nas cidades com os aristocratas e monarcas; o desenvolvimento da vida monástica como alternativa para dar proteção a homens e mulheres nos mosteiros; e a organização e patrocínio das Cruzadas para libertar a Terra Santa do poder de muçulmanos. As Cruzadas eram expedições militares que contavam com os guerreiros, monges e senhores feudais. Todos estampavam uma cruz vermelha nos ombros, no peito e nas bandeiras. A Terra Santa era buscada por peregrinos que queriam visitar o túmulo de Cristo, mas eles sofriam perseguições de muçulmanos. Para cuidar dos cruzados e peregrinos feridos, surgiram ordens militares, muitas delas formadas por monges

Relacionados

  • historia da enfermagem
    1717 palavras | 7 páginas
  • História da enfermagem - Resenha do filme de Florence Nightingale
    297 palavras | 2 páginas
  • história da enfermagem
    696 palavras | 3 páginas
  • Historia da enfermagem no brasil e no mundo
    1053 palavras | 5 páginas
  • historia da enfermagem no brasil
    2758 palavras | 12 páginas
  • peça historia da enfermagem
    2128 palavras | 9 páginas
  • Resumo da historia de Itapecerica
    2802 palavras | 12 páginas