Resumo de américa portuguesa: os descobrimentos do brasil

1337 palavras 6 páginas
Logo após a descoberta do caminho marítimo para as Índias pelos portugueses no final do Século XV, Portugal se tronou a principal referência em cartografria no mundo. Os mapas produzidos pelos cartógrafos lusitanos eram o melhores e mais completos que se conheciam, e eram guardados como segredo de Estado. Até mesmo a pena de morte foi adotada como punição a quem contrabandeasse esses mapas. O que não impedia que vários fossem levados para outros países, como a famosa Carta Náutica Para As Ilhas Encontradas Na Região Das Índias, que chegou à Itália pelas mãos de um espião a serviço do Duque do Ferrara e se tornou a principal referência para os mapas europeus do século XVI.
Esse mapa ficou conhecido como Planisfério de Cantino. Ele mostra detalhadamente, entre outras regiões, o litoral norte brasileiro, que ainda não tinha sido visitado oficialmente pelos portugueses. Ou seja, este mapa pode ter sido elaborado antes da vinda de Cabral ao Brasil.
Para se entender isso, deve se ter em mente todos os antecedentes das grandes viagens atlânticas.
Até meados do Século XV, os europeus só conheciam a navegação no s arredores de seu continente e no Mediterrâneo. Esse desconhecimento alimentava muitos mitos como o das criaturas bizarras do oriente, dos monstros marinhos e dos abismos no meio do oceano, entre outros. Tudo isso se refletia na confecção dos mapas que, além de erros e imprecisões, também contavam com lugares que nunca existiram, a não ser na imaginação dos cartógrafos.

Relacionados

  • Introduçao a olericultura
    3967 palavras | 16 páginas
  • As veias abertas da américa latina
    921 palavras | 4 páginas
  • Terra papagali
    865 palavras | 4 páginas
  • Tratado de tordesilhas
    1308 palavras | 6 páginas
  • 1. Resumo do livro raizes do brasil de sergio buarque de holanda
    2955 palavras | 12 páginas
  • Resumo livro 1808
    9965 palavras | 40 páginas
  • Espaço geográfico e dinâmica socioeconômica
    4414 palavras | 18 páginas
  • Situações e as condições de vida das comunidades indigenas na america latina
    3294 palavras | 14 páginas