Resumo do 1° e 2° capitulo do livro preconceito linguistico

1810 palavras 8 páginas
A mitologia do preconceito lingüístico

Nos últimos tempos, vários tipos de preconceito têm diminuído, e isso é uma boa noticia, mas o que não diminuiu foi o preconceito lingüístico, pelo contrario ele só aumenta, com os meios de comunicação e mídias dizendo o que é certo e o que é errado falar, e também nos livros didáticos. Essa situação se torna pior pelos próprios brasileiros que tem uma imagem ruim da língua e do jeito de falar do Brasil O mito que é o maior de todos e o que diz que o português brasileiro é único em todo Brasil, chamado de: unidade lingüística do Brasil, sem sombra de duvida que isso é um mito, pois, o Brasil é um país muito grande, com vários tipos de culturas, esse mito trás um problema para a educação, pois
…exibir mais conteúdo…
Muitas pessoas falam trocando o L pelo R: pranta, praca, Cráudia etc. Os gramáticos ou ate mesmo pessoas que sabem um pouquinho a mais acham isso ridículo e ate dizem que é uma questão de “atraso mental” do falante. Mas todas as palavras do português padrão eram escritas assim, então dizer que isso é um atraso mental está errado esse fenômeno é chamado de rotacismo, e isso ajudou muito na transformação do atual português padrão. Esse mudo de falar de ser admitido pela escola como variedade lingüística dos falantes do português não-padrão, e não como um erro. Esse preconceito não é apenas lingüístico, mas também de regiões, e a região que mais sofre com o preconceito lingüístico é o nordeste, isso fica bem claro e novelas e filmes que falam do nordeste, eles colocam os nordestinos com um “sotaque de roça”, muito a mais do que realmente existe na fala dos nordestinos, só para fazem as pessoas rir. O lugar onde se fala português no Brasil é o maranhão! Outro mito bobo que as pessoas inventam, só pelo fato de que no maranhão se usa muito o pronome TU antes de das formas verbais clássicas e terminando em S: tu dizes, tu comias, tu cantavas, e outros. Somente por esse fato ancestral que se diz que só se fala português corretamente no maranhão. Mas as pessoas que defende esse mito de esquecem que, no maranhão

Relacionados

  • Resumo Capítulos 1 e 2 - A Preparação do Ator
    1471 palavras | 6 páginas
  • Resumo dos capítulos 1 e 2 do Livro Biogeografia. COX & MOORE, 2009
    1875 palavras | 8 páginas
  • Resumo preconceito linguistico capitulo iii
    1517 palavras | 7 páginas
  • Resumo do Livro : África e Brasil Africano capítulos 1 2 e 3
    4278 palavras | 18 páginas
  • Resumo do capítulo 1 e 2 de dalmo dallari
    1787 palavras | 8 páginas