Resumo do Livro A invenção dos Direitos Humanos

4713 palavras 19 páginas
OS DIREITO S HUMANO S E "O S DIREITOS DO HOMEM "

A Revolução Americana incitou o marquês de Condorcet, defensor do Iluminismo francês, a dar o primeiro passo para definir "os direitos do homem", que para ele incluíam a segurança da pessoa, a segurança da propriedade, a justiça imparcial e idônea e o direito de contribuir para a formulação das leis.
Quando a linguagem dos direitos humanos apareceu, havia a princípio pouca definição explícita desses direitos, o jurista inglês William Blackstone os definiu como "a liberdade natural da humanidade", isto é, os "direitos absolutos do homem, considerado como um agente livre, dotado de discernimento para distinguir o bem do mal".
COM O OS DIREITOS SE TORNARAM AUTOEVIDENTES
Os direitos
…exibir mais conteúdo…
Em notas escritas em 1771 e 1772 sobre um caso legal de divórcio, Thomas Jefferson ligava claramente o divórcio aos direitos naturais. O divórcio devolveria "às mulheres o seu direito natural de igualdade". Ele insistia que, por sua própria natureza, os contratos por consentimento mútuo deviam ser dissolúveis se uma das partes quebrasse o acordo.
Aprender a sentir empatia abriu o caminho para os direitos humanos, mas não assegurava que todos seriam capazes de seguir imediatamente esse caminho.

2. "Ossos dos seus ossos"

Em 1762, no mesmo ano em que Rousseau usou pela primeira vez o termo "direitos do homem", um tribunal na cidade de Toulouse, no sul da França, condenou um protestante francês de 64 anos chamado Jean Calas por assassinar seu filho para impedir que ele se convertesse ao catolicismo. Os juízes condenaram Jean à morte pelo suplício da roda. Antes da execução, Calas primeiro teve de suportar uma tortura judicialmente supervisionada conhecida como a "questão preliminar", que se destinava a conseguir que aqueles já condenados nomeassem seus cúmplices.
Durante a tempestade a respeito do caso Calas, o foco de atenção de Voltaire começou a mudar, e cada vez mais o próprio sistema de justiça criminal, e especialmente o seu emprego da tortura e da crueldade, passou

Relacionados

  • Resenha livro: deus é matemático?-mário lívio
    1825 palavras | 8 páginas
  • Resumo Livro sobre Racismo - o que é Racismo
    1244 palavras | 5 páginas
  • Patrimônio Histórico e Cultural Resumo
    1868 palavras | 8 páginas
  • Memorial Descritivo - Multimeios Didáticos
    11614 palavras | 47 páginas
  • Resumo do livro Pra que serve a Psicanálise
    1278 palavras | 6 páginas
  • Resumo do Livro Mito Fundador e Sociedade Autoritária
    4188 palavras | 17 páginas
  • Samuel huntington, o choque das civilizações e nova ordem mundial
    2693 palavras | 11 páginas
  • Resenha " a verdade e as formas jurídicas"
    1679 palavras | 7 páginas
  • PROPRIEDADE INTELECTUAL E DIREITOS AUTORAIS
    4938 palavras | 20 páginas