Resumo do documentário Tocantins Rio Afogado

1539 palavras 7 páginas
Resenha dos capítulos 1 e 2 do livro Algoritmos – Lógica para desenvolvimento de programação de computadores.

Capítulo 1

Desde muitos anos Antes de Cristo o ser humano tinha necessidade de efetuar cálculos, em decorrência disso foi desenvolvido o Ábaco japonês, considerado o primeiro computador.
Considera-se como precursora dos computadores de hoje, a máquina analítica idealizada pelo cientista, matemático e filósofo inglês Charles Babbage em 1834, sendo aperfeiçoado cada vez mais e seu uso tornou-se indispensável á sociedade em geral.
O termo computador eletrônico está associado a uma maquina capaz de executar tarefas extremamente complexas, solucionando problemas em um curto espaço de tempo, portanto possui diversos componentes
…exibir mais conteúdo…
Capítulo 2
Algoritmo é um conjunto finito de regras, bem definidas, para a solução de um problema em um tempo finito e com um número finito de passos e a partir de um entendimento lógico de um problema a ser resolvido por um programador, objetivando transformá-lo em um programa que seja possível de ser tratado e executado por um computador, em que os dados de entrada são transformados em dados de saída.
Podendo didaticamente der com parado a uma receita de culinária, onde são realizados dois tipos de ação, sendo a primeira a definição dos ingredientes e quantidades a serem utilizadas e a segunda é o modo de preparo, onde estão descritas as ações a serem seguidas de forma ordenada. Caso alguma das etapas não seja seguida no final o resultado será diferente do que foi estabelecido pela receita.
Desta forma podemos chamar o programador de “mestre-cuca” da programação, pois prepara programas de computadores para serem utilizados pelos usuários. Para ser considerado como mestre-cuca é necessário ter muita sensibilidade em lógica da programação, podendo elaborar algoritmo computacionais extremamente refinados e avançados sem que precisem de modelo previamente definido, para resolver problemas, existe também o programador que tem pouca ou média sensibilidade em lógica da programação que pode ser denominado “cozinheiro”, pois se utiliza de algoritmos prontos,

Relacionados