Resumo do livro “A condição Humana” de Hannah Arendt. Capítulo V: Ação

3981 palavras 16 páginas
Resumo do livro “A condição Humana” de Hannah Arendt

Capítulo V: Ação

A Revelação do Agente no Discurso e na Ação

A diversidade humana, característica que influencia no falar e agir do homem, o permite ser igual e diferente ao mesmo tempo. Por serem iguais, os homens compreendem-se entre si e pensam no tempo futuro, e por serem diferentes, os homens necessitam da fala e do agir para que possam se fazer compreender para outros homens. Não ser igual não significa ser outra pessoa, apesar de a alteridade ser uma característica importante da diversidade. A diversidade humana é contraditória visto que a alteridade do homem não é igual à alteridade de um objeto inanimado, visto que o homem, que é igual a outro homem, ainda assim tem suas diferenças entre si, o que o torna singular. Singularidade essa que só pode ser expressa pelo próprio homem.
Essa singularidade humana só é percebida quando o homem tem iniciativa e se manifesta falando e agindo. É a partir daí que os homens se diferenciam entre si. Algo que é extremamente necessário visto que assim, o homem vive uma vida humana e não fica preso apenas a existência física. O falar e o agir não surgem e não são influenciados pelo utilitarismo; por uma necessidade, além de não poderem ser condicionados ao homem. É algo que parte de sua iniciativa própria e confirma a sua existência física. Iniciativa essa expressa pela ação, que é o começo de algo novo e é regada de inesperabilidade, onde tudo pode vir do homem. Esse

Relacionados

  • Resumo do livro cidade antiga fustel de coulanges capitulo a cidade
    3283 palavras | 14 páginas
  • Bioética no Brasil Razão Instrumental A banalidade do Mal A Condição Humana
    3930 palavras | 16 páginas
  • Resenha crítica do cap ii do livro a condição humana
    756 palavras | 4 páginas
  • RESENHA DOS CAPITULOS 1 E 2 DO LIVRO: A CONDIÇÃO HUMANA – HANNA ARENDT
    1729 palavras | 7 páginas
  • Vida e obra de hannah arendt
    2276 palavras | 10 páginas
  • resumo do capitulo 13 do livro de filosofia
    1074 palavras | 5 páginas
  • Resumo do texto de hannah arendt
    1352 palavras | 6 páginas
  • FICHAMENTO: Hannah Arendt: “AS ORIGENS DO TOTALITARISMO"
    3450 palavras | 14 páginas