Resumo do livro a arte de argumentar gerenciando razão e emoção antônio suárez abreu

1064 palavras 5 páginas
A ARTE DE
ARGUMENTAR
Gerenciando Razão e Emoção
Antônio Suárez Abreu

Resumo

A idéia de que vivemos em sociedade comporta, no tempo presente, duas ordens de reflexão. A primeira é que essa sociedade cresceu e se expandiu demais. A outra reflexão é que, vitimados por uma educação desestimulante, submetidos ao julgamento crítico da opinião pública, massificados pela mídia, vivemos nossas vidas adiando ou perdendo nossos sonhos e isso nos torna infelizes. Segundo o senso comum, argumentar é vencer alguém, forçá-lo a submeter-se à nossa vontade. Definição errada! Von Clausewitz, o gênio militar alemão, utiliza-a para definir guerra e não argumentação. Seja em família, no trabalho, no esporte ou na política, saber argumentar é, em primeiro lugar, saber integrar-se ao universo do outro. Segundo o livro argumentar se torna uma arte quando pessoas necessitam manter contatos e relacionamentos, não apenas para gerenciar informações. Este relacionamento é importante para o mundo em que se vive e para o futuro que se espera. A relação com pessoas precisa sempre ser feita de maneira positiva, de forma que se conquistem confianças e amizades. Ninguém é feliz sozinho, mas o medo faz com que haja um isolamento do outro. O homem tem a capacidade de diminuir as distâncias muitas vezes por ele imposta, utilizando veículos como a TV a cabo, internet e meios como a aviação, navegação etc. Porém não consegue diminuir a distância que o separa do próximo. O homem tem medo do poder do

Relacionados

  • DISCURSO E ARGUMENTAÇÃO NO CONTO "ESSES LOPES" DE JOÃO GUIMARÃES ROSA
    4629 palavras | 19 páginas
  • As Figuras de linguagens fonicas na mesagem publicitaria
    5897 palavras | 24 páginas
  • Leitura e produção textual 2
    14910 palavras | 60 páginas