Resumo do livro apologia de sócrates

494 palavras 2 páginas
Sócrates, filosofo grego, tinha opniões diferentes das dos outros atenienses, acreditava ele que a verdadeira felicidade estava em outra vida e não na vida terrena, a alma em vida deve lutar contra os prazeres e vício do corpo, onde a alma está condenada a viver e donde quer libertar-se e que diferentes das outras pessoas nem tudo o que se acredita precisaria ser provado, afirmava ainda que ninguém é mal por querer o mal e sim por não conhecer o bem, para ele o filósofo é aquele que cuida da sua alma porque se desprende dos bens terrenos, vive para a sabedoria e pratica o bem, seu lema era conhecer-te a si mesmo. Platão era o discipulo fiel de Sócrates e quem relata todos os acontecimentos, do principio ate o fim do julgamento, condenação e morte de Sócrates que foi acusado de cometer crimes que corrompem a juventude, não considerando assim como deuses aqueles que todo o povo acreditava e sim outras divindades novas conforme acusação relatada por Meleto que representava a classe dos poetas e adivinhos, além dele houve outros acusadores de Sócrates, Anito que representava a classe dos politicos e pretendia a condenação por ter um filho discipulo de Sócrates e Licon que representava a classe dos oradores e professores de retórica pretendo assim também a condenação por seu filho ter se deixado corromper moralmente, filosoficamente e sexualmente por Callias associado de Sócrates. Foi concedido a ele o direito de defesa, o que por ele foi mostrado toda sua capacidade de

Relacionados

  • O julgamento de sócrates em uma atenas democrática
    2734 palavras | 11 páginas
  • personagens do IV e V livro a republica de platao
    1226 palavras | 5 páginas
  • A paideia de sócrates e platão e a realidade da educação atual no brasil
    16289 palavras | 66 páginas
  • Trabalho de filosofia: maiores filósofos
    8929 palavras | 36 páginas
  • Resumo dos cinco primeiros capítulos do livro “convite à filosofia” de marilena chauí, com parecer acadêmico.
    6407 palavras | 26 páginas
  • A PENA DE MORTE
    4364 palavras | 18 páginas
  • Ciências sociais
    3994 palavras | 17 páginas