Resumo do livro "o perfume" historia de um assassino.

913 palavras 4 páginas
No século XVIII viveu na França um homem que pertenceu à galeria das mais geniais e detestáveis figuras daquele século nada pobre em figuras geniais e detestáveis. Sua história é contada aqui. Ele se chamava Jean-Baptiste Grenouille e se, ao contrário dos nomes de outros geniais monstros como, digamos Sadae, Saint-Just, Fouché, Bonaparte etc., o seu nome caiu no esquecimento, isto certamente não ocorreu por eu Grenouille tenha ficado atrás desses homens das trevas mais famosos em termos de arrogância, desprezo à raça humana, imoralidade, ou seja, em impiedade, mas porque o seu gênio e a sua única ambição se concentrava numa área que não deixa rastro na história: o fugas reino dos perfumes. Na época de que falamos, reinava nas cidades um …exibir mais conteúdo…
Ela foi condenada a morte por enforcamento. Neste ambiente fedorento, teve sua primeira experiência com olfato. Levado para um orfanato, sua sorte não mudou muito, pois as crianças que ali já estavam, tentaram matá-lo também, pois seria mais um concorrente que eles teriam. Foi no orfanato, que começou a sentir sua habilidade e a desenvolver seu dom para lidar com o olfato. Ao completar 13 anos de idade, como não pudesse ficar mais no orfanato, foi vendido a um mercador de peles. Neste local, sofreu e trabalhou muito escravamente explorado e mais uma vez contrariando o destino sobreviveu, pois poucos sobreviviam às condições de trabalho daquele local. Suas emoções eram sentidas pelo seu olfato, foi justamente nessa época que se apaixonou pelo cheiro de uma desconhecida que distribuía frutas às pessoas carentes naquela cidade. Aproximou-se dela sem que o que ela o percebesse e quando teve oportunidade não vacilou em estrangula-la, nem se quer olhando para seu rosto, tendo somente a preocupação: não perder nada de sua fragrância. Ficou completamente transtornado pelo cheiro que sai daquela moça, queria prendê-lo de qualquer maneira. Despertou dai uma grande vontade de aprender a lidar com o perfume, durante uma entrega que fez a um renomado perfumista Frances em decadência, pediu-lhe que o empregasse com seu ajudante e aprendiz. Para convencê-lo, fez valer seus dons naturais em lidas com o cheiro. Jean Baptiste,

Relacionados

  • Ficha de Leitura - O Perfume
    1277 palavras | 6 páginas
  • Uma aventura Perigosa
    1562 palavras | 7 páginas
  • Analise da obra Til
    4262 palavras | 18 páginas
  • plano de aula - tema Morte
    9874 palavras | 40 páginas
  • texto Chicago
    14152 palavras | 57 páginas
  • Informações sobre o cortiço
    16312 palavras | 66 páginas
  • livro
    19326 palavras | 78 páginas