Resumo: ensaio sobre a cegueira

1716 palavras 7 páginas
1 – ESCOLHA DO LIVRO:
Ensaio sobre a cegueira. José Saramago

2. ANÁLISE DO NARRADOR:
O livro é narrado em terceira pessoa, e o narrador é onisciente.

3. ANÁLISE DO TEMPO
Há ausência de marcas temporais, não tem tempo decorrente concreto, mas sabe-se que pode ter sido mais ou menos cerca de quarenta dias, onde a história conta que os contaminados foram colocados em quarentena, no entanto, eles parecem acabar por sair antes deste tempo. A realidade é que o autor não localiza esta característica de tempo, de forma concreta e bem determinada. Deixa a narrativa caracterizando-se por caráter atemporal.

4. ANÁLISE DO ESPAÇO
O ponto forte do espaço é o manicômio, onde grande parte da história se passa, caracterizando a vida limitada e sua forma primitiva. No entanto também há parte da história que ocorre nas ruas da cidade, agora bagunçada e fétida.

5. ANÁLISE DOS PERSONAGENS
O Autor não dá nome aos seus personagens, deixando-os anônimos, ele apenas os descreve como o primeiro cego, a mulher do primeiro cego, a rapariga de óculos escuros, o velho com a venda em um dos olhos, o médico, a mulher do médico, o rapazinho estrábico, que podem ser considerados como personagens principais. Os demais personagens podem ser classificados como, o grupo que fica encarregado pela distribuição da comida, o grupo que é ligado ao cego que tem uma arma, o cego que escreve em braile, o ladrão e os soldados.

6. ANÁLISE DO ENREDO A cegueira que toma conta de um homem

Relacionados

  • Análise do livro ensaio sobre a lucidez
    3779 palavras | 16 páginas
  • Tres ensaios sobre a sexualidade
    5752 palavras | 23 páginas
  • Ensaio sobre a Cidadania
    894 palavras | 4 páginas
  • Ensaio sobre o tempo
    1060 palavras | 5 páginas
  • Resumo da Introdução da obra Ensaio sobre a Liberdade de John Stuart Mill
    1199 palavras | 5 páginas
  • Ensaio sobre a dádiva - marcel mauss
    1455 palavras | 6 páginas
  • Ensaio sobre a cegueira
    7110 palavras | 29 páginas
  • Olhar e ver: uma análise do filme ensaio sobre a cegueira
    3283 palavras | 14 páginas
  • Relação de hobbes e ensaio sobre a cegueira
    1437 palavras | 6 páginas