Resumo julgadores vítimas e instituição de exclusão

1184 palavras 5 páginas
Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Julgadores, vítimas e instituições de exclusão

Caroline Franco de Oliveira
Direito
1° Período B – Noturno 26/04/2013

É inevitável deixar de considerar que o julgamento feito a outro indivíduo tem a influencia dos nossos valores e conceitos, a maioria trabalha antes com a realidade dos relatos do que com os fatos. Julga-se também por meio da comparação, referencias social e por fenômenos mentais. O sujeito e o social estruturam a mente e a mente domina o sujeito, o homem deixa-se escravizar pelas crenças que produz. Assim o que julga também é julgado.
O examinar compreende um confronto de linguagens e pensamentos entre o que pergunta e o que responde. Do primeiro exigem-se conhecimentos mínimos a respeito das técnicas de entrevistar, existe um componente metodológico do qual depende a qualidade dos resultados desse confronto. O domínio dessa metodologia requer a compreensão profunda de dois conjuntos de conhecimento. O primeiro deles consiste em dominar os procedimentos de entrevistas e o segundo, as estratégias para estabelecer sintonia emocional com o entrevistado, como por exemplo, compreender se alguém se encontra disposto a mentir, entender que a emoção domina profundamente uma pessoa possibilita ao entrevistador identificar limites a estabelecer ou respeitar.
Quando existe sintonia emocional o

Relacionados

  • Codigo de transito
    15705 palavras | 63 páginas
  • Contestação fraude documentos roubados
    11729 palavras | 47 páginas