Resumo: livro aplogia da história - marc bloch

1778 palavras 8 páginas
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA
Resumo do livro: Apologia da História. Marc Bloch

Rio de Janeiro, 2010.
Resumo: BOCH, Marc. Apologia da História: ou oficio de historiador. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.
Nosso objeto de análise será ao mesmo tempo nossa ferramenta de trabalho, a História. Ela é um termo antigo usado para descrever fatos que aconteceram no passado. Existem muitas discussões sobre de que modo será contada uma história e, até mesmo, que fato é considerado história.
Segundo Bloch, dizer que a história é uma ciência do passado é um grande erro, pois não existe um método para analisar o passado, já que, tudo ao nosso redor esta em constante metamorfose o tempo todo, não tem
…exibir mais conteúdo…
Ele justifica sua opinião ao dizer que o objeto de estudo, o homem, vive em mudança, então para ele, não há como analisar as atitudes de uma pessoa ontem, apesar de ser um passado pois é um passado muito recente. A sua crítica a historiadores que fazem esse tipo de estudo é de certa forma concisa, pois devemos levar em consideração de que o objeto de estudo é um ser muito complexo e, por isso, requer certo tempo para entender o pensamento e atitudes do ‘homem do passado’, mas sua concepção de tempo é muito larga, para ele é necessário pelo menos um século, para dar início ao estudo do processo histórico de determinado fato. Mas atualmente, existem historiadores do tempo presente que fazem análise historiográfica, e que utilizam dez anos, no mínimo, para fazer uma análise de fatos históricos.
Embora a história seja uma ciência dos homens no passado, o historiador é um homem do presente, sendo assim, eles tende ser muito imparciais em suas pesquisas e fazer de tudo para fidelizar a real visão do homem do passado em sua análise. Esse processo é de suma importância, pois o historiador esta, nada mais, nada menos, do que inserido em um contexto (momento histórico), ao qual não fez parte. E se, este estudioso, colocar sua visão em seus estudos estará comprometendo seu trabalho.
Para concluir, Bloch fala que ‘uma ciência não se

Relacionados