Resumo parasitologia - protozoários

8905 palavras 36 páginas
PARASITOLOGIA – AULA 1 – DOENÇA DE CHAGAS – Trypanosoma cruzi
MORFOLOGIA: No hospedeiro vertebrado são encontradas intracelularmente as formas amastigotas, e extracelularmente as formas tripomastigotas presentes no sangue circulante. Ambas as formas são infectantes para vertebrados. Uma organela especial, o "cinetoplasto", que constitui uma mitocôndria modificada, rica em KDNA, é observada em todas as formas evolutivas do T. cruzi através de microscopia eletrônica. Os tripomastigotas sanguíneos apresentam variações morfológicas – polimorfismo – que guardam correlações importantes com outras características fisiológicas do parasito.
Os tripomastigotas delgados são menos capazes de desenvolver no vetor que os tripomastigotas largos. Também
…exibir mais conteúdo…
3) Fenômenos intracelulares: quando as formas epimastigotas são destruídas dentro do vacúolo fagocitário e os tripomastigotas sobrevivem resistindo as ações das enzimas lisossômicas e desenvolvendo-se livremente no citoplasma da célula, onde se transformam em amastigotas. A célula hospedeira, repleta de parasitos, se rompe, liberando no interstício os tripomastigotas.
CICLO BIOLÓGICO NO HOSPEDEIRO INVERTEBRADO: Os triatomíneos vetores se infectam ao ingerir as formas tripomastigotas presentes na corrente circulatória do hospedeiro vertebrado durante o hematofagismo. No estômago do inseto eles se transformam em formas arredondadas e epimastigotas. No intestino médio, os epimastigotas se multiplicam por divisão binária simples, sendo, portanto, responsáveis pela manutenção da infecção no vetor. No reto, os epimastigotas se diferenciam em tripomastigotas (infectantes para os vertebrados), sendo eliminados nas fezes ou na urina.
ASPECTOS DE EPIDEMOLOGIA MOLECULAR: O T. cruzi é considerado um parasito diplóide (2n) que se multiplica por divisão binária simples.
MECANISMOS DE TRANSMISSÃO:
Transmissão pelo vetor: este mecanismo de transmissão é o que tem maior importância

Relacionados

  • Patologias associadas a protozoários: trypanosoma cruzi.
    1267 palavras | 6 páginas
  • Eimeria stiedae
    2092 palavras | 9 páginas
  • microbiologia para técnicos em enfermagem
    8756 palavras | 35 páginas
  • RESMO DO ARTIGO ASPECTOS CLÍNICOS, PATOGÊNESE E DIAGNÓSTICO DE TRICHOMONAS VAGINALIS
    1607 palavras | 7 páginas
  • Atividades de Parasitologia
    13569 palavras | 55 páginas
  • Contaminação biologica nos alimentos
    5328 palavras | 22 páginas
  • Origem da biomedicina
    4313 palavras | 18 páginas
  • toxocara canis
    17581 palavras | 71 páginas
  • Toxoplasmose em Gestantes
    4408 palavras | 18 páginas
  • Agente De Combate As Endemias PRONATEC 2013 2
    8916 palavras | 36 páginas