Resumo: reflexo aprendido

1646 palavras 7 páginas
O reflexo aprendido: Condicionamento Pavloviano
A capacidade de aprender novos reflexos e também uma das características das espécies de animais desenvolvidas ao longo de sua história filogenética (alterações fisiológicas e anatômicas da espécie ao longo de sua existência), ou seja, a capacidade de reagir de formas diferentes a novos estímulos. Durante a evolução das espécies, elas “aprenderam” a responder de determinadas maneiras a estímulos específicos de seu ambiente. Como por exemplo, alguns animais já nascem sabendo que não podem comer uma fruta de cor amarela, que é venenosa. Os reflexos inatos compreendem determinadas respostas do organismo a determinados estímulos do ambiente. Porém esse ambiente muda constantemente. No exemplo a
…exibir mais conteúdo…
O reflexo condicionado é uma relação entre um estímulo condicionado (CS) e uma resposta condicionada (CR). Observe que o estimulo neutro e o condicionado são o mesmo estimulo (som da sineta).
ASSIM:
NS: estímulo neutro
CS: estímulo condicionado – US: estimulo incond. – UR: resposta incond.
CS: estímulo cond. - CR: resposta cond.
O Condicionamento pavloviano e o estudo de emoções
Vimos que condicionamento pavloviano refere-se a aprendizagem de novos reflexos, sabemos também que as emoções são em grande parte, relações entre estímulos e respostas ou seja comportamentos respondentes. Se o organismo pode aprender novos reflexos pode também aprender a sentir emoções que não estão presentes no seu comportamento quando nascem.
Feito por John Watson, em 1920, o qual, ficou conhecido como caso do pequeno Albert e o rato. O objetivo de Watson era saber se o condicionamento Pavloviano teria utilidade para o estudo das emoções, o que se provou verdadeiro. A intenção dele foi verificar se um ser humano (um bebê de 10 meses) através do condicionamento de Pavlov poderia aprender a ter medo de algo que não tinha. Watson apresentou ao bebê um rato e ele apresentou interesse ao animal e tentou toca-lo, depois Watson mostrava o rato com um som estridente que assustava a criança, após vários emparelhamentos do rato com o som, o pequeno Albert apenas via o rato e chorava, ou seja, Albert aprendeu a ter medo do rato.
Assim a razão

Relacionados

  • resumo pge
    979 palavras | 4 páginas
  • Teorias de condicionamento
    2462 palavras | 10 páginas
  • Resumo modulo 3
    1380 palavras | 6 páginas
  • Resumo de psicologia comportamental
    5098 palavras | 21 páginas
  • Resumo do texto: “fracasso escolar”
    1587 palavras | 7 páginas
  • Resumo Livro Princípios Básicos de análise do comportamento
    2125 palavras | 9 páginas
  • Resumo informativo - behaviorismo - capítulo 3
    1979 palavras | 8 páginas
  • Resumo tics na educação
    973 palavras | 4 páginas