Resumo sobre filosofia antiga e medieval

1932 palavras 8 páginas
FACULDADE DE CIÊNCIAS EDUCACIONAIS – FACE ALUNO: CARLOS EDUARDO SANTOS SILVA INTRODUÇÃO A FILOSOFIA – PROFº. LUIZ CLAURIO MOTA CURSO DE GESTÃO EMPRESARIAL – ITAGIBÁ – BA

Título do Texto: Filosofia Antiga e Medieval Autor: Arnaldo Mayr Fonte: Texto trazido pelo professor Claudio para debate em sala de aula Mensagem principal: Compreender o papel da filosofia e suas representações ao longo da história ocidental Por Arnaldo Mayr – Disponível: http://www.asmayr.pro.br/livros/fil_antiga_medieval.pdf

Na obra supracitada, Arnaldo Mayer, (Professor de filosofia, ética, antropologia, teoria do conhecimento e ciências humanas e sociais no Centro Universitário do Sul de Minas – UnisMG), traz no primeiro instante o surgimento da Filosofia e seu
…exibir mais conteúdo…
O sofista era alguém a que hoje chamaríamos de sábio. Ensinava tudo o que se podia ensinar, "tinham a pretensão de formar homens completos, habituados a todas as subtilezas do pensamento refletido, hábeis em manejar a palavra, corajosos e fortes na ação, dignos de todos os triunfos, de todas as felicidades". Landormy (1985:13).

Como, nesta altura, os jovens atenienses estavam ávidos de novidades, rapidamente os sofistas se viram rodeados de rapazes desejosos de encontrar o segredo do domínio do saber. Os sofistas recebiam pelos ensinamentos que ministravam o que era alvo da censura dos atenienses. Também Sócrates achava "vergonhoso vender o saber, dizendo que o comércio da sabedoria não merecia menos ser chamada prostituição que o tráfego da beleza" (Bonnard, 1980:438). Sócrates comparava os sofistas aos mercadores, que elogiam os produtos que

vendem mesmo sem saberem se são bons ou não. Mas, não será que, como os mercadores que elogiam os seus produtos, também os sofistas seriam inevitavelmente tentados a acomodar a sua mercadoria ao gosto dos compradores? Ao receberem pelos ensinamentos ministrados, os sofistas forçaram o reconhecimento do caráter profissional do trabalho de professor. Essa é uma dívida que a institucionalização da escola tem para com eles.

Sócrates foi um filósofo dos mais importantes ícones da tradição filosófica

Relacionados

  • O nome da rosa
    1385 palavras | 6 páginas
  • Resumo homem, cultura e sociedade
    1404 palavras | 6 páginas
  • Filosofia Medieval
    7428 palavras | 30 páginas
  • Humanismo e Renascimento
    1894 palavras | 8 páginas
  • Trabalho - Resumo Max Weber e Michel Lallement
    1807 palavras | 8 páginas
  • A formação do pensamento político na europa ocidental nos primeiros séculos da era cristã
    7005 palavras | 29 páginas
  • Renascimento e humanismo
    2407 palavras | 10 páginas
  • A educação no renascimento - paper historia da educação pedagogia uniasselvi
    2472 palavras | 10 páginas
  • A vida cotidiana à época do renascimento
    2570 palavras | 11 páginas