Resumo sobre o tribunal penal internacional

617 palavras 3 páginas
O tribunal penal internacional foi criado para julgar importantes delitos que atingem os direitos humanos no âmbito internacional. Ele é de natureza criminal permanente (é pré-estabelecido com juízes já constituídos). Antes de o TPI ser constituído, existiam os tribunais de exceção, no qual eram criados cortes que julgavam de forma efetiva certos delitos e logo após a sentença essa corte desaparecia. O primeiro tribunal de exceção foi o Tribunal de Nuremberg para julgar os crimes que ocorreram na segunda guerra mundial. Nesses tribunais existia um desrespeito ao principio da legalidade e da anterioridade, pois eles e as normas que os regiam eram criados após o fato jurídico. Antes de surgir definitivamente um único tribunal de natureza permanente, existiam os tribunais penais internacionais entre diversos países. Em 1998 foi criado o tribunal internacional penal pelo estatuto de Roma, em uma conferencia entre representantes dos Estados. Esse estatuto foi aprovado por 120 representantes, entretanto alguns não aprovaram, entre eles estavam os EUA e Israel, porem ela foi criada do mesmo jeito, mas só entrou em vigor em 2002. No Brasil ele já foi incorporado. Apenas os crimes que aconteceram após o estatuto de Roma entrar em vigor foram julgados. Este estatuto respeita os princípios da legalidade e da anterioridade. Sua competência leva em consideração o julgamento dos seguintes crimes: delitos contra a humanidade, crimes de guerra, genocídio e agressão

Relacionados

  • Decisão do conselho de sentença no tribunal do juri e o in dubio pro reo
    1412 palavras | 6 páginas
  • Direitos Humanos TEMA: PROSTITUIÇÃO, EXPLORAÇÃO SEXUAL E TRÁFICO INTERNACIONAL DE SERES HUMANOS
    6100 palavras | 25 páginas
  • Artigo 231 CP Pesquisa
    12491 palavras | 50 páginas
  • Colaço, thais luzia. elementos de antropologia jurídica
    2248 palavras | 9 páginas
  • casas de prostituição
    2907 palavras | 12 páginas
  • Artigo 5º e incisos da constituição federal
    5356 palavras | 22 páginas
  • Resumo do Livro Dieitos Humanos e Justiça Internacional, Flávia Piovesan
    8865 palavras | 36 páginas
  • Resumo direito penal 1
    12172 palavras | 49 páginas
  • Parecer de luis roberto barroso sobre a possibilidade de investigação criminal pelo ministério público
    5511 palavras | 23 páginas