Resumos processo civil i

3893 palavras 16 páginas
Função cognitiva?
“O exercício da função jurisdicional visa à formulação e à atuação prática da norma jurídica concreta que deve disciplinar determinada situação. Ao primeiro aspecto dessa atividade (formulação da norma jurídica concreta) corresponde, segundo terminologia tradicional, o processo de conhecimento ou de cognição; ao segundo aspecto (atuação prática da norma jurídica concreta), o processo de execução.
A atividade cognitiva, regra geral, desenvolve-se por fases.
Fase POSTULATÓRIA;
Etapa onde os litigantes realizam suas postulações ao juízo (autor e réu). Exemplo: autor (petição inicial); réu (contestação, reconvenção);
Fase SANEADORA;
Destinada para que o Estado-juiz possa, sendo possível, sanar (ou determinar que o sejam) os vícios processuais (SANEAMENTO RETROSPECTIVO);
Delimitar as “regras do jogo” (SANEAMENTO PROSPECTIVO), como, por exemplo, delimitando o thema probandum , dinamizando o ônus da prova e etc.
Fase INSTRUTÓRIA;
Presta-se, como o próprio nome denuncia, à produção probatória.
Fase DECISÓRIA;
Etapa em que o Estado-juiz dirá (dictio), via de regra, o direito (Jus) aplicável ao caso concreto (norma jurídica concreta).
Inicia-se por interesse da parte;
Desenvolve-se por impulso oficial;
Fase Fase Fase Fase
Postulatória Saneadora Instrutória Decisória
Pode haver, dependendo da espécie de pedido formulado, necessidade de liquidar o julgado. A liquidação, em sentido técnico, também representa atividade de natureza cognitiva.

Relacionados

  • TAE PROCESSO CIVIL II
    7154 palavras | 29 páginas
  • COMPETÊNCIA NO PROCESSO CIVIL
    4552 palavras | 19 páginas
  • Exercício de processo civil
    839 palavras | 4 páginas
  • Processo civil resumo
    1880 palavras | 8 páginas
  • Processo civil i
    2379 palavras | 10 páginas
  • processo civil
    4260 palavras | 17 páginas
  • Processo civil
    9241 palavras | 37 páginas
  • Processo civil
    1304 palavras | 6 páginas
  • RESUMO PROCESSO CIVIL TJ
    1921 palavras | 8 páginas