Revitalização do rio tiete

2247 palavras 9 páginas
Revitalização do Rio Tiete

A cidade de São Paulo, famosa por ser a maior metrópole da America do Sul e acolher tão diferentes estilos e culturas, também alcançou destaque, nada louvável, por deter um dos maiores problemas ambientais, causados pelo crescimento urbano e industrial acelerado. Tão grandioso quanto o Estado que abriga, o Rio Tietê, que antes cortava São Paulo com límpidas águas, morada de varias espécies de peixes, ponto de lazer e encontro de famílias aos finais de semana e local para competições aquáticas, acompanhou e sentir o peso de ser paulistano a cada litro de esgoto que recebia em seu leito. Destino cruel que lhe foi traçado, ao nascer na Serra do Mar em Salesópolis, a 1.120 metros de altitude, quando seu
…exibir mais conteúdo…
Em Porto Feliz, famílias inteiras já tiram a renda mensal da pesca” – destaca Carrela. Diante desses resultados, mesmo com o encerramento dessas principais etapas, o Projeto Tietê continuará em atuação por quantas fases forem necessárias para dar continuidade às melhorias, principalmente quanto à qualidade de vida da população. O objetivo é, daqui pra frente, priorizar o “anel de pobreza”, utilizar a capacidade plena das Estações de Tratamento de Esgoto, atender aos municípios operados, despoluir de bacias hidrográficas e solucionar os passivos ambientais. Reflexos na saúda da população

De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), a falta de sistema de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto são a causa direta pela morte de mais de 12 milhões de pessoas por ano em todo o planeta. Por isso, o Projeto Tietê também tem contribuído para a diminuição da mortalidade, principalmente infantil. Segundo Carrela, em 92, a cada mil nascimentos, morriam 27,5%, já em 2006, o número de óbitos caiu ainda mais, 13,6%.

Essa responsabilidade é nossa!

Segundo dados da Sabesp, cerca de 35% da poluição acumulada na Bacia do Rio Tietê não vêm de redes de esgoto, mas sim do lixo jogado nas ruas. Todos os dias, as águas do Tietê recebem toneladas de sacolas plásticas, garrafas, latas e outros tipos de lixo abandonados por moradores da Região Metropolitana de São Paulo. O que significa que sem mudança de atitude da população, a

Relacionados

  • REVITALIZAÇÃO DOS RIOS E LAGOS
    1209 palavras | 5 páginas
  • Engenho Central Piracicaba - Arquitetura
    897 palavras | 4 páginas
  • Biografia do arquiteto tadao ando
    2498 palavras | 11 páginas
  • transporte da soja
    2636 palavras | 11 páginas
  • Levantamento Urbanístico: Rua Barra Funda e entorno imediato
    3451 palavras | 14 páginas
  • REVISTA OAS 6 Ed Port
    16282 palavras | 66 páginas
  • Trabalho sobre o acordo de bretton woods
    3813 palavras | 16 páginas
  • Modernismo no brasil: escola paulista
    8183 palavras | 33 páginas
  • Esporte Lazer Arquitetura
    17528 palavras | 71 páginas