Revolução industrial

2364 palavras 10 páginas
3

1 INTRODUÇÃO

Marcada por sua revolução tecnológica, no seu processo produtivo. A Revolução Industrial iniciou no século XVIII, na Inglaterra, tornando o capitalismo o sistema econômico vigente. Essa fase tornou camponeses e artesãos em operários e a produção agrícola foi rapidamente suplantada pela produção industrial, ou seja, substituindo o trabalho humano por máquinas, gerando uma profunda transformação econômica, tecnológica, política e social. Esse fato trouxe bons resultados, como aceleração no processo produtivo em série e trazendo também maiores lucros e menores custos. Graças à Revolução Industrial, o capitalismo da Época Moderno pôde amadurecer e constituir-se num sistema econômico, suplantando definitivamente os vestígios do feudalismo. Assim, plenamente constituído, o capitalismo caracteriza-se basicamente pela separação entre o produtor e os meios de produção, visto que é a burguesia que detém as máquinas necessárias à transformação das matériasprimas, e o produtor, detentor apenas de sua força de trabalho, vê-se obrigado a vendê-la no mercado em troca de salário. A economia capitalista é, então, uma economia de mercado, na qual a própria mão-de-obra converteu-se em mercadoria.

4

2 SISTEMA FABRIL

A máquina a vapor foi a mais importante invenção da Revolução Industrial. Nas organizações foi usada no Sistema Fabril. Esse sistema se compunha pelos proprietários do capital de investimento, de máquinas e pagamento dos funcionários, estes eram os

Relacionados

  • Revolução Industrial
    870 palavras | 4 páginas
  • o capitalismoemmarcha a revolucao industrial
    878 palavras | 4 páginas
  • Revolução Industrial
    1172 palavras | 5 páginas
  • A expansão da revolução industrial
    1130 palavras | 5 páginas
  • Revolução Industrial
    2595 palavras | 11 páginas
  • Revolução industrial
    821 palavras | 4 páginas
  • primeira á terceira revoluçao industrial
    2067 palavras | 9 páginas
  • Resenha de revolução industrial
    397 palavras | 2 páginas