Riscos associados ao manuseio de petroleo

7504 palavras 31 páginas
MARINHA DO BRASIL
CENTRO DE INSTRUÇÃO ALMIRANTE BRAZ DE AGUIAR
SUPERINTENDÊNCIA DE ENSINO

RISCOS ASSOCIADOS AO MANUSEIO E TRANSPORTE DE PETROLEO

Belém
2010

RESUMO

O tema proposto neste trabalho tem como objetivo explanar sobre os riscos ao meio ambiente e ao ser humano relacionados ao manuseio e transporte de petroleo. Para atingir tal propósito foi realizada uma pesquisa em publicações nacionais, internacionais e internet, além de utilizar conhecimentos oriundos da experiência adquirida como oficiais mercantes.

| |
MEIO AMBIENTE

O transporte marítimo de petróleo e de derivados é uma atividade com potencial de gerar impactos ambientais, seja pelo derrame acidental da carga no meio ambiente, podendo atingir
…exibir mais conteúdo…
A não implementação deste plano é prevista na Resolução ANVISA nº 217/01, que proíbe a retirada de resíduos sólidos de embarcações em portos que não disponham de um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.
Tratando-se especificamente de resíduos contaminados por óleo ou substâncias nocivas, a Lei nº 9.966/00 estabelece a obrigação de os portos gerenciarem esses resíduos.

1.3- Tintas Antiincrustantes

Como o próprio nome já diz, as tintas antiincrustantes inibem a fixação de organismos no casco do navio. Esta incrustação, além de favorecer a transferência de espécies, aumenta o atrito com a água, aumentando, conseqüentemente, o consumo de combustível e a liberação de poluentes para a atmosfera.
Para o problema de incrustação de organismos no casco dos navios, foram desenvolvidas tintas antiincrustantes contendo compostos metálicos que lentamente contaminam a água do mar matando os organismos aderidos ao casco do navio. Mas estudos demonstraram que estes compostos persistem no ambiente matando a organismos marinhos, causando danos ao ambiente e provavelmente entrando na cadeia trófica (IMO, 2004). A tinta mais comumente utilizada é à base de TBT (tributil) que, reconhecidamente, apresenta efeitos tóxicos aos organismos aquáticos (White & Molloy,

Relacionados

  • Formação de combustíveis fósseis
    2728 palavras | 11 páginas
  • Gas glp x gn
    5698 palavras | 23 páginas
  • Corrosão em navios
    4725 palavras | 19 páginas
  • ACIDO SULFURICO
    3370 palavras | 14 páginas
  • Modais de transporte
    2438 palavras | 10 páginas
  • Trabalho custos logisticos
    1279 palavras | 6 páginas
  • Análise dos impactos ambientais causados pelos postos de distribuição de combustíveis: uma visão integrada
    4311 palavras | 18 páginas
  • Trabalho sobre segurança em postos de combustíveis
    4961 palavras | 20 páginas
  • Caso shell paulínia: contaminação
    2813 palavras | 12 páginas