Síntese do livro: a criança e o número (constance kamii)

756 palavras 3 páginas
SÍNTESE DO LIVRO: A CRIANÇA E O NÚMERO (CONSTANCE KAMII)
(INTRODUÇÃO, CAP. 1, 2 E 3) Constance Kamii reconhece a utilidade e ao mesmo tempo critica algumas tentativas de aplicação da pesquisa de Piaget em sala de aula. O autor enfoca o jeito de ensinar o número elementar, usando a teoria de uma maneira prática abordando: A natureza do número, objetivos para ensinar o número, princípios de ensino e também as situações escolares que o professor pode usar para ensinar o número.
Kamii busca justificar sua metodologia para construção da idéia de número pela via contagem, apresentando experimentos realizados com crianças de diferentes faixas etárias de acordo com resultados de pesquisa desenvolvidas por Jean Piaget.
O autor inicia falando dos dois tipos de conhecimento concebido por Piaget: O conhecimento físico que é o conhecimento da realidade externa e pode ser conhecido pela observação e o conhecimento Lógico-Matemático é a diferença existente na relação entre dois objetos. Diante disso, o número se torna a relação criada mentalmente por cada indivíduo. Assim, o aluno constrói, em seu intelecto, a noção de número.
De acordo com a teoria de Piaget, na abstração empírica a criança focaliza uma propriedade do objeto e ignora as outras e na abstração reflexiva há uma construção de relações entre os objetos. O sistema de observação lógico-matemático, construído pela abstração reflexiva, é necessário para a abstração empírica.
A criança, de quatro a sete anos de idade, é

Relacionados

  • Síntese do apêndice do livro: a criança e o número, de constance kamii
    536 palavras | 3 páginas
  • Resumo de a criança e o numero
    1724 palavras | 7 páginas
  • A criança e o número - constance kamii
    2035 palavras | 9 páginas
  • material dourado
    3808 palavras | 16 páginas
  • As contribuições do jogo "Dez não Pode"
    8534 palavras | 35 páginas
  • Jogos e aprendizagem de noções matemáticas na educação infantil
    7919 palavras | 32 páginas
  • Ludicidade, metodologia e inclusão educacional e social
    7450 palavras | 30 páginas