Sócrates e os sofistas

1428 palavras 6 páginas
Iniciação à historia da filosofia

O pensamento de Sócrates é um marco na constituição de nossa tradição filosófica, inaugura a filosofia clássica rompendo com a preocupação quase que exclusivamente de doutrinas sobre a realidade natural que encontramos nos filósofos pré-socráticos. A própria denominação “pré-socráticos” já reflete a importância da filosofia de Sócrates. Nesse contexto que a problemática ético-politica passa ao primeiro plano da discussão filosófica da sociedade grega, superando a questão da natureza como temática central. Os sofistas são contemporâneos de Sócrates, seu principal adversário, apesar disso, compartilhou o interesse fundamental pela problemática ético-politica, pela questão do homem enquanto cidadão da
…exibir mais conteúdo…
Protágoras aproxima-se assim bastante dos mobilistas, de quem pode ter sofrido influência, e afasta-se da visão aleática de uma verdade única.Sofistas como Protágoras não eram meros manipuladores da opinião, mestres sem escrúpulos que vendiam suas habilidades retóricas a quem pagasse mais, mais, ao contrário,acreditavam não haver nenhuma outra instância além da opinião a que se pudesse recorrer para as decisões na vida prática, tomadas com base na persuasão para as decisões na vida prática, tomadas com base na persuasão gerando um consenso em relação ás questões políticas, em discussão na Assembléia ninguém detinha a verdade em um sentido completo e absoluto, mas todos tinham suas razões, seus interesses seus objetivos,defendendo-os da melhor forma possível.
A técnica argumentativa em seu tratado possuía Antilogia desenvolve a antilógica como tentativa de argumentação pró e contra determinada posição, constituir uma técnica de desenvolvimento de argumentos opostos, em que aquele que argumenta se antecipa de todas as possíveis objeções à sua posição.
Embora essa obra de Protágoras tenha se perdido, há um tratado de autor desconhecido, possivelmente de séc. IV a.C., intitulado Dissoi Logoi(“Os argumentos duplos”), que ilustra bem esse tipo de argumentação.
GÓRGIAS foi considerados um dos maiores oradores e principais mestres de

Relacionados

  • Os sofistas, socrates e platão
    1292 palavras | 6 páginas
  • Pensamento político na antiguidade clássica
    1312 palavras | 6 páginas
  • Conteúdo primeiro semestre filosofia (direito)
    2996 palavras | 12 páginas
  • Filosofia
    1840 palavras | 8 páginas
  • A comédia na grécia
    829 palavras | 4 páginas
  • Periodo antropologico
    1883 palavras | 8 páginas
  • Filosofia
    598 palavras | 3 páginas
  • Distinção entre o método socrático e o método dos sofistas.
    833 palavras | 4 páginas
  • O PENSAMENTO CLÁSSICO: Os sofistas, Sócrates e Platão. 
    3783 palavras | 16 páginas
  • A Educação na filosofia de Sócrates
    907 palavras | 4 páginas