Saúde ou doença mental a questão da normalidade

3973 palavras 16 páginas
Resumo: A questão da doença mental, sob um enfoque psicológico, significa considerá-la como produto da interação das condições de vida social com a trajetória específica do indivíduo e sua estrutura psíquica. Essa idéia passa por diferentes abordagens desde as primeiras percepções até os dias atuais, destacando a relevância de contribuições de nomes importantes, a exemplo de Freud e a psicanálise. A normalidade individual pode ser considerada como um produto social, à medida que o diagnostico é feito dentro de uma cultura imposta, além da relevância que os fatores sociais detêm sobre esta.
Palavras – chave: doença mental, abordagens; reforma fator social.

Introdução

A doença mental é um mau funcionamento das atividades psíquicas,
…exibir mais conteúdo…
Com relação a isso Bock diz que “o médico ou o psicólogo, como cidadão e representante de uma cultura e de uma sociedade, acaba por patologizar aspectos do comportamento que se caracterizam muito mais como transgressões de condutas morais (sexuais, por exemplo) que não são considerados desvios em outros momentos históricos ou em outras sociedades: isso demonstra a relatividade do conceito de normal.”, ou seja, o individuo considerado anormal dentro de uma determinada sociedade ou em um determinado tempo histórico podem não ser assim considerados em outro momento ou circunstância, realçando a necessidade de relativizar as diferenças históricas e socioculturais na determinação da conduta de uma pessoa.

É importante ressaltar os distúrbios de comportamentos, com relação aos aspectos biológicos, psicológicos, mas também socais,contemplando assim o homem em sua totalidade. À medida que pensar saúde mental implica pensar na cura, que ocorre por meio do uso de uma base teórica bem como com a utilização de medicamentos; remete - nos também a pensar em prevenção, a qual implica sempre ações localizadas no meio social.

1. O que é a doença mental?

Doenças mentais são distúrbios graves que causam alterações

Relacionados

  • Exe psicologia
    1327 palavras | 6 páginas
  • Uma nova visão do sofrimento humano nas organizações
    2457 palavras | 10 páginas
  • A patologização da normalidade
    6636 palavras | 27 páginas
  • O lugar do doente mental na sociedade contemporânea a partir de uma visão teórica e prática sobre loucura e a reforma psiquiátrica no campo da saúde mental.
    2627 palavras | 11 páginas
  • Homossexualidade, ciencia e senso comum
    1408 palavras | 6 páginas
  • ISCA44 Goffman Foucault E Garota Interrompida
    2704 palavras | 11 páginas
  • A reforma psiquiatrica como forma de inclusao social
    2763 palavras | 12 páginas
  • IMPUTABILIDADE, SEMI-IMPUTABILIDADE E INIMPUTABILIDADE; INCAPACIDADE RELATIVA E PLENA, PSICOPATOLOGIAS
    6704 palavras | 27 páginas
  • Psicopatia - o crime praticado por psicopata com personalidade passional e a legislação penal vigente
    14300 palavras | 58 páginas