Santo agostinho - cidade de deus e dos homens

782 palavras 4 páginas
De acordo com Santo Agostinho, o ser humano, ao invés de abrir seu coração para o crescente envolvimento com Deus, deixa-o fechado graças a atitudes pecaminosas que ignoram as leis do Divino.

Cidade é a reunião dos homens em comunhão de coração. As pessoas se unem em função do amor proveniente dos corações humanos. Santo Agostinho identifica dois amores, sendo um deles gerador da Cidade dos Homens e o segundo genitor da Cidade dos Anjos.

Os homens só vislumbram a terra e o amor próprio. O amor de si e o desprezo a Deus criaram a Cidade dos Homens, contaminada pelo pecado original. Como sintoma, se afasta diariamente dos ensinamentos sagrados. Essa ordem é caracterizada por reunir insuficientes conhecimentos acerca das leis eternas. Reuni os pecados capitais, os vícios, o caos em uma só concentração. Entretanto, encontra-se sempre em busca a paz social.

O pecado original que une os seres humanos é justamente esse excessivo amor próprio. Reunidos na culpa, eles tentam encontrar uma redenção em Deus. Os costumes são o fruto dos amores. Tal amor, quais costumes. O amor de si rege a cidade do mundo: o amor de si deturpado, o amor de si fazendo a si seu fim, sua lei, sua razão de ser, é a negação de Deus.

A fruição do presente é uma característica da Cidade dos Homens. Esse excessivo amor próprio, a ponto de se esquecer de Deus, é maior causa para o afastamento futuro, cada vez mais progressivo, da vida eterna.

Santo Agostinho afirma que o coração tem a função de

Relacionados

  • Nelson e SAnto Agostinho
    3794 palavras | 16 páginas
  • A ontologia do tempo no pensamento de santo agostinho
    2674 palavras | 11 páginas
  • Ideias de santo agostinho
    1028 palavras | 5 páginas
  • contexto historico de santo agostinho
    961 palavras | 4 páginas
  • Curso de Filosofia do Direito Santo Agostinho: a Justiça e o dar a cada um o seu
    854 palavras | 4 páginas
  • Santo agostinho e são tomas de Aquino
    3092 palavras | 13 páginas
  • Santo agostinho e maquiavel
    5583 palavras | 23 páginas
  • Santo Agostinho de Hipona
    3850 palavras | 16 páginas
  • A relação entre deus e homem em santo agostinho
    4387 palavras | 18 páginas
  • A filosofia medieval de santo agostinho
    3845 palavras | 16 páginas