Seculo de pericles

2318 palavras 10 páginas
1.

INTRODUÇÃO

O período que vai de 440 á 404 a.c, ou seja, 36 anos é conhecido como o “século de Péricles”. Péricles era um homem de caráter forte, sóbrio, incorruptível e reservado, que governou Atenas por 36 anos, representava o partido popular e era um ardoroso defensor da democracia escravista. Péricles era dotado de magníficas qualidades de espírito e isso lhe dava grande autoridade sobre os atenienses que o idolatravam. Buscou garantir os direitos dos pobres, dando a eles a oportunidade de comparecer as assembléias e tribunais. Sua administração deu a Atenas grande esplendor sendo seu século conhecido como “século de ouro”. Foi no século de ouro que nasceram: o grande historiador Heródoto, o filósofo Sócrates, o trágico
…exibir mais conteúdo…

As artes, tragédias, a poesia, a escultura, a arquitetura só florescem por haver uma valorização dos ofícios e artesãos. Ao valorizar as técnicas desfaz-se o mito de que as técnicas eram dadas pelos deuses, portanto a democracia humaniza as técnicas. Os atenienses encaram as artes e os ofícios em certos aspectos: A técnica como um saber adquirido pela experiência e prática e realizado por habilidade. A finalidade prática encontra-se no objeto fabricado. O técnico trabalha com certo objetivo dando-lhe uma nova forma, que é usada em favor dos homens. A técnica toma a força humana, a força animal, os instrumentos de fabricação e utensílios fabricados a partir do modelo do corpo humano. Enquanto os técnicos conhecem bem os princípios de sua arte, porém possui um aspecto teórico que é transmitido por aprendizagem. Por exemplo: um construtor que conhece a natureza, as causas e as formas da arte de construir ou um médico que conhece a natureza, as coisas e as formas da saúde. É neste contexto de saber construir como arte e usar a construção para o trabalho que entra os conceitos de Lógos, Tékhne e Metis. Uma análise feita por Cornelius Castoriadis, mostra os significados dos verbos Lógos e Tékhne e Metis. Lógos, pode não somente significar pensar e dizer como também escolher, separar. Essa grande variação de sentido refere-se no que é definido ou determinado e ao que pode estar agrupado. Isso mostra que os

Relacionados

  • Democracia ateniense
    2487 palavras | 10 páginas
  • Democracia Ateniense e Oligarquia Espartana
    7376 palavras | 30 páginas
  • Cronologia Grécia Antiga
    1748 palavras | 7 páginas
  • A estrutura do diálogo como ponto de partida da ética
    4460 palavras | 18 páginas
  • Conflitos da roma antiga, grécia e mesopotâmia
    1366 palavras | 6 páginas
  • Resumo da Civilização Grega
    1265 palavras | 6 páginas
  • A democracia ateniense
    1122 palavras | 5 páginas
  • O papel da mulher na sociedade ateniense no sec v
    3066 palavras | 13 páginas
  • DEGH
    2689 palavras | 11 páginas
  • O pensamento político de platão
    5479 palavras | 22 páginas