Segurança no Trabalho - NR 12 e Cad 5 - Máquinas e Equipamentos em Marcenarias

1655 palavras 7 páginas
FACULDADE ASSIS GURGACZ
RICARDO LUDVICHAK

FUNDAMENTOS DE ENGENHARIA E SEGURANÇA: MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS EM MARCENARIA

CASCAVEL
2012
FACULDADE ASSIS GURGACZ
RICARDO LUDVICHAK

FUNDAMENTOS DE ENGENHARIA E SEGURANÇA: MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS EM MARCENARIA

Trabalho elaborado com base na NR 12 e caderno 5 de segurança, tendo como acervo fotográfico uma empresa. Fundamentos de Engenharia de Segurança/7º Período do Curso de Engenharia Mecânica/Faculdade Assis Gurgacz. Professor: Sergio A. Miotta

CASCAVEL
2012
SUMÁRIO

1
…exibir mais conteúdo…
Para garantir o trabalho em condições seguras, há necessidade de proteções diversificadas e adequadas a cada máquina utilizada no processo de fabricação, e de trabalhadores orientados para utilizá-las corretamente a cada operação a ser executada. Deve ser definido claramente que trabalhos podem ser realizados em cada tipo de máquina e quais trabalhadores estão qualificados para operá-la.

2.1 MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
2.1.1 Tupia A tupia é um equipamento que serve para fresar a madeira, produzir molduras, perfis, abaular cantos, fazer rasgos e contornos. É uma das máquinas que mais causa acidentes principalmente com mutilações dos dedos, pelo fato do trabalhador operar as peças muito próximas à lâmina de corte. A figura 1 é a Tupia usada nos trabalhos do Pelotão de Obras, sem proteção.

Figura 1 – Tupia sem proteção
As tupias oferecem os seguintes tipos de risco: Ruptura ou projeção da ferramenta de corte; contato com a ferramenta e retrocesso imprevisto da peça.
Para prevenir esses tipos de acidentes são elaborados dispositivos de segurança para a fresa (ferramenta circular com a lâmina de corte), dispositivos empurradores, que são medidas complementares às proteções existentes. Sua utilização básica é para peças pequenas, assim como instrumento de ajuda para o fim de passadas para peças grandes. São de formas variadas e utilizados tanto para trabalho com

Relacionados

  • Segurança do trabalho na agricultura
    8422 palavras | 34 páginas