Serviço social:rompendo com a alienação

2837 palavras 12 páginas
MARTINELLI. Maria Lucia. Serviço Social Identidade e alienação

Capitulo III – Serviço Social: rompendo com a alienação

O século XX e a questão social

O contexto histórico do sec. XX apresentou uma gama de acontecimentos, a Grande depressão, o aumento dos fluxos migratórios para os Estados Unidos devido às grandes dificuldades que se colocavam ao trabalhador europeu. Os norte americanos escaparam quase que sem marcas da Grande depressão, pois ali crescia o capitalismo, que se expandia juntamente com a indústria ferroviária e se constituía num pólo de atração aos trabalhadores empobrecidos e desempregados.

A grande depressão prosseguia, ora dando sinais de recuo, ora avançando ainda mais.

No inicio do sec. XX o quadro
…exibir mais conteúdo…

Segundo Oliveira (1987) o Serviço social era “uma entidade global mítica, acima do mal e abaixo do bem” apresentando um perfil de contornos inespecíficos e indefinidos.

Racionalização da pratica da assistência

Antecedentes Históricos

Neste contexto histórico, de pós guerra o trabalho destinado pela classe dominante aos assistentes sociais era da realização de uma pratica assistencial bastante distanciada das relações sociais e associada à noção de caridade.

Essa conotação de assistência existe desde a antiguidade há referencias da pratica da assistência no antigo Egito, na Grécia, na Itália, na Índia e em outros lugares do mundo. A ajuda, nessa fase histórica, consistia na esmola esporádica, na visita domiciliar, na concessão de gêneros alimentícios, roupas, calçados, enfim, bem materiais indispensáveis para amenizar o sofrimento das pessoas. Entre os judeus, essa pratica em especial a da visita domiciliar eram usuais, destinando-se principalmente as viúvas, órfãos, idosos e enfermos.

A questão da assistência e sua forma de ser realizada levaram a reflexão de filósofos gregos e latinos, entre os quais Aristóteles, Platão, Sêneca e Cícero. O posicionamento destes filósofos apontava para a necessidade de racionalizar a prestação da assistência, eliminando o caráter eventual ou episódico.

Com o advento do

Relacionados

  • Serviço social: identidade e alienação
    6724 palavras | 27 páginas
  • O surgimento do serviço social no mundo e na amércia latina
    1734 palavras | 7 páginas
  • resenha serviço social sociedade e alienação martinelli
    5820 palavras | 24 páginas
  • Identidade e alienação-maria lucia martinelli
    6942 palavras | 28 páginas
  • Mediação - categoria marxista
    4395 palavras | 18 páginas
  • Resenha- livro: serviço social identidade e alienação
    5215 palavras | 21 páginas
  • Iamamoto. capital fetiche - cap. 3
    4957 palavras | 20 páginas
  • Resumo para avaliação: fundamentos históricos teóricos e metodológicos do serviço social i
    3137 palavras | 13 páginas
  • Despotismo de fábrica e suas consequências
    2397 palavras | 10 páginas
  • apol
    2405 palavras | 10 páginas