Shojinka

2446 palavras 10 páginas
UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

MARIA DOS REIS

SHOJINKA: FLEXIBILIZAÇÃO DA MÃO DE OBRA

CAXIAS DO SUL
2012

CLÉLIA LAZARETT
MILENE NEPOMOCENO
MURIE SANCHES
VIVIANE CAUS

SHOJINKA: FLEXIBILIZAÇÃO DA MÃO DE OBRA

Trabalho apresentado ao Curso de Administração da Universidade de Caxias do Sul, como requisito de avaliação parcial da disciplina de Administração de Operações II.

Professor: Ivandro A. Mariani

CAXIAS DO SUL
2012

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO

Na grande maioria das empresas, as despesas relativas à mão de obra não se restringem mais apenas aos salários dos funcionários, sendo necessário considerar o uso adequado dos recursos humanos, para desta forma evitar a flutuação excessiva do número de trabalhadores no processo, e utilizar o máximo de horas úteis disponíveis.
Para que isto ocorra, faz-se necessário a observação da flexibilidade no número de operários de uma área de fabricação, para desta forma se adaptar às alterações de demanda. A possibilidade de deslocamento do operário ao longo da célula permite maior flexibilidade em relação às variações na demanda, pois quando esta cresce é possível aumentar a produção pelo acréscimo de operários. Todavia, se a demanda diminui, o número de operários na célula pode ser reduzido. Esta condição de ajuste e flexibilidade para atender à demanda é denominada de Shojinka.
Este estudo tem como objetivo

Relacionados