Sintese Crítica do Livro Origens da Idade Média de Willian Carroll Bark

1163 palavras 5 páginas
UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS – CAMPUS VI.
LICENCIATURA PLENA EM HISTÓRIA.

LUCAS SANTOS OLIVEIRA
THAMIRY ALMEIDA TRINDADE

RESENHA CRÍTICA DO LIVRO A ORIGEM DA IDADE MÉDIA DE AUTORIA DE WILLIAN CARROLL BARK.

CAETITÉ
2013
LUCAS SANTOS OLIVEIRA
THAMIRY ALMEIDA

RESENHA CRÍTICA DO LIVRO A ORIGEM DA IDADE MÉDIA DE AUTORIA DE WILLIAN CARROLL BARK.

Trabalho acadêmico apresentado à Universidade do Estado da Bahia, como requisito de avaliação para aprovação na disciplina: A Origem e o Nascimento do Ocidente: do Mundo Antigo à Cristandade medieval do curso Licenciatura Pleno em História. Orientadora: Professora Rosemária Joazeiro.

CAETITÉ
2013
A origem da Idade Média.
Willian Carroll Bark
4ª Ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

O livro A origem da Idade Média de autoria de Willian Carroll Bark, vem mostrar que com a queda de Roma não houve um retrocesso, ou seja, não teve uma diminuição no seu crescimento, mas sim modificações rápidas e importantes para a criação de um modelo que hoje fez com que se tornasse esta sociedade.
No inicio do livro Bark discuti a queda de Roma, e analisa as questões de relações entre civilizações, classes e massas, sobre as questões de Michael Rostovtzeff, dando uma lição e advertendo a nossa sociedade.
Com isso, Barker vem nos mostrar que a Idade Média não é como todos vêem com bastante preconceito desde os renascentistas até os

Relacionados

  • Fichamento do livro o cinema brasileiro das origens a retomada de sidney leite
    6737 palavras | 27 páginas
  • Bizâncio: a ponte da Antiguidade para a Idade Média de Michael Angold
    6784 palavras | 28 páginas
  • Síntese a Crítica da Razão Tupiniquim
    1700 palavras | 7 páginas
  • Estruturas economicas da idade media
    1521 palavras | 7 páginas
  • Resenha critica do livro capitães de areia
    935 palavras | 4 páginas
  • As estruturas econômicas da Idade Média
    1662 palavras | 7 páginas
  • BARK, William Carroll. Origens da Idade Média. 4º edição. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.
    1203 palavras | 5 páginas
  • Sintese do livro como as instituições pensam de mary douglas
    885 palavras | 4 páginas