Sistema vibração ponte rio niteroi

1164 palavras 5 páginas
Sistema de amortecimento da Ponte Rio Niterói A ponte Rio-Niterói não precisará mais ser interditada quando estiver ventando, graças ao projeto de Atenuadores Dinâmicos Sincronizados (ADS), desenvolvido e patenteado pelo professor Ronaldo Battista, do Programa de Engenharia Civil da COPPE. Agora, as oscilações que ocorrem no vão central da ponte, provocadas pelo vento, terão uma redução de mais de 80%, dando mais segurança e tranqüilidade aos motoristas. Os ventos sudoeste que entram na baía, com velocidade relativamente baixa, em torno de 55 Km/h, têm freqüentemente provocado oscilações na ponte, induzidas pelas formações de vórtices (turbilhões), no escoamento do ar que passa pela estrutura. Ronaldo Battista explica que sempre que isso ocorre, geralmente duas vezes por ano, a ponte é fechada ao tráfego de veículos, sendo que, devido as dificuldades operacionais, em alguns desses eventos, a interdição é feita tarde demais. Os usuários geralmente entram em pânico quando enfrentam estas oscilações com grandes amplitudes de deslocamento vertical. O Professor diz ainda que caso o vento seja superior a 60 Km/h nada acontecerá com a Ponte. “O que pode acontecer é um fechamento ao tráfego, caso a ventania chegue a 100 Km/h, mas não haverá grandes oscilações. A interdição será para proteger os usuários de outros perigos”, concluí o professor.

A Ponte S/A para solucionar o problema, contratou a COPPE, através do Prof. Ronaldo Battista que, juntamente com sua equipe,

Relacionados

  • IMPACTO AMBIENTAL NAS CONSTRUÇÕES DOS ESTALEIROS NAVAIS
    7266 palavras | 30 páginas
  • A importância dos programas de manutenção preventiva para pontes e viadutos
    18598 palavras | 75 páginas
  • Técnicas não destrutivas para inspeção de concretos
    5118 palavras | 21 páginas
  • Metodo mackenzie lombalgia
    7879 palavras | 32 páginas
  • Caderno de apoio pedagógico - ciências
    11189 palavras | 45 páginas
  • Modelagem óssea e exercícios
    15801 palavras | 64 páginas
  • PATOLOGIA, INSPEÇÃO, MANUTENÇÃO E REPARO DE MARQUISES DE CONCRETO ARMADO
    15120 palavras | 61 páginas