Slides david hume

1470 palavras 6 páginas
FILOSOFIA MODERNA E O PROBLEMA DO CONHECIMENTO
DAVID HUME É O PRINCIPAL REPRESENTANTE DO EMPIRISMO MODERNO
DAVID HUME Obra: INVESTIGAÇÃO ACERCA DO ENTENDIMENTO HUMANO WWW.4SHARED.COM

DAVID HUME(1711-1776)E O EMPIRISMO 1. TEORIA DO CONHECIMENTO A exposição é uma classificação binária dos objetos da consciência: IMPRESSÕES E IDÉIAS * "IMPRESSÕES" (dados fornecidos pelos sentidos tanto internos, como a percepção de um estado de tristeza, quanto externos, como a visão de uma paisagem) e * "IDÉIAS" (representações da memória das impressões). *
1.1 AS IMPRESSÕES:
O que tenho de mais vívido em minha mente são as impressões dos sentidos no momento em que ocorrem, isto é, aquilo que vejo, aquilo que ouço, e tudo
…exibir mais conteúdo…
.. Não observa nenhuma relação causal entre os dados dos sentidos "externos" porque, quando o homem considera quaisquer eventos como causalmente relacionados, tudo que ele faz e pode observar é que eles freqüentemente e uniformemente andam juntos.
Neste tipo de associação, é um fato que a impressão ou idéia de um evento traz com ele a idéia do outro. A associação habitual assenta-se na mente e, como em outras formas de hábito, assim nesta, o trabalho da associação é sentido como compulsão. Isto é a única fonte encontrável da idéia de causalidade.
4.CRENÇA
Há a questão da fé. Quando alguém vê um copo cair, ele não somente pensa na sua quebra mas espera e acredita nela; ou, começando por um efeito, quando ele vê o chão molhado em geral, além de pensar em chuva, ele acredita que esteve chovendo.
Acredita-se firmemente que os raios do sol aquecem a pedra. A vinculação tida como lógica e necessária decorre de um sentimento de crença, e não pode ser tomado como inferência lógica válida.
4.1. A crença é um tipo de vivacidade ou clareza possuída por algum dos objetos imediatos da consciência, originalmente por impressões e as simples imagens de memória delas.
Como acontece "causa" pertencer a certas idéias? Por associação. Esta é a essência da inferência causal: o observador passa de uma impressão para a ideia regularmente associada com ela.
- O aspecto de clareza e vivacidade próprio da impressão infecta a idéia.
- A

Relacionados

  • David Ausubel
    1636 palavras | 7 páginas
  • Relatório: rené descartes, francis bacon, john locke, george berkeley, david hume e immanuel kant.
    1890 palavras | 8 páginas
  • História da filosofia: David Hume, Francis Bacon, John Lock, o positivismo
    3167 palavras | 13 páginas
  • david garvin
    1011 palavras | 5 páginas
  • david garvin
    848 palavras | 4 páginas
  • SLIDE DEPÓSITO
    2134 palavras | 9 páginas
  • Resumo filosofia - conhecimento, descartes e david hume
    4482 palavras | 18 páginas
  • Resenha - investigação acerca do entendimento humano – david hume
    942 palavras | 4 páginas
  • David Hume
    1672 palavras | 7 páginas
  • Hume
    1758 palavras | 8 páginas