Soberania do Estado

1014 palavras 5 páginas
SOBERANIA

A Soberania, este poder supremo, exclusivo e não derivado, pretende constituir-se de fato como uma racionalização do poder, ou seja, procurando transformar força em poder legitimo e poder de fato em poder de direito, como assim define o autor Nicola Matteucci na abordagem introdutória de seu texto Soberania.
De fato a Soberania vem sendo exercida ao longo dos tempos como forma de gerir as relações humanas e seus entrelaces, vindo a ser exercida das mais variadas formas. No final do séc. XVI surge o termo Soberania junto ao de Estado, dando a este o status de plenitude em seu poder estatal tornando-o sujeito único e exclusivo da política. Ao impor-se sobre a organização medieval do poder daquela época apareceu o conceito de político – jurídico que possibilitou ao Estado moderno tamanha façanha, pois havia se tornado notável a necessidade de concentração e unificação do poder.
Na idade Moderna a Soberania, enquanto poder de mando, está diretamente ligada a paz e a guerra em seu território, ou em relação com os demais Estados Soberanos, uma vez que compete exclusivamente ao Soberano o poder de decisão, revelando assim a dupla face da Soberania, a interna na qual ele se responsabiliza por procurar eliminar conflitos internos, considerando a neutralização e a despolitização da sociedade a ser governada afim de manter a paz, e a face externa da Soberania, onde cabe ao Soberano decidir acerca da guerra ou da paz em relação aos outros Estados, possibilitando a ele

Relacionados

  • Soberania do Povo, poder do Estado”, de Carlos Frederico Marés.
    559 palavras | 3 páginas
  • Objetivo: “conceito de estado, elementos constitutivos e características. teoria sobre a soberania do estado”
    2063 palavras | 9 páginas
  • Sieyés: o povo como elemento do estado e a soberania nacional
    2296 palavras | 10 páginas
  • Dalmo de abreu dallari
    2708 palavras | 11 páginas
  • Soberania
    1637 palavras | 7 páginas
  • TAREFA 2
    775 palavras | 4 páginas
  • Resenha - a soberania no mundo moderno
    816 palavras | 4 páginas
  • Resenha Soberania e Constituição
    7911 palavras | 32 páginas
  • ED
    953 palavras | 4 páginas