Sobre a origem e desenvolvimento do Estado moderno no ocidente

2969 palavras 12 páginas
Fichamento - Sobre as origens e desenvolvimento do Estado moderno no Ocidente

“Assim, dir-se-ia que para a instituição Estado vale, ainda mais, aquilo que K. Marx e Weber, de perspectivas opostas, disseram do capital e do capitalismo em geral, ou seja e respectivamente, que é ante-diluviano e poder ser encontrado em todas as sociedades que existe dinheiro.” (Florenzano, Modesto 2007:12)
“Marx, sem esquecer F. Engels, diria que é assim é, porque todas as sociedades, excluindo as chamadas sociedades primitivas, se dividem em classes, tornando o Estado necessário para permitir a exploração-dominação de uma classe sobre outras, de modo que luta de classes e Estado formam um par historicamente inseparável que somente sairá de cena
…exibir mais conteúdo…

“(Florenzano, Modesto 2007: 16/17) “Contudo, é sobre o porquê do aparecimento do Estado absolutista que, na historiografia dos últimos cinquenta anos, prosperam as posições mais contrastes, com a interpretação que atribuem um papel determinante ou a guerra, ou a religião, ou ainda a luta de classes, ou, por ultimo, em uma espécie de volta completa, a própria politica tout-court. “(Florenzano, Modesto 2007:18)
“Na historiografia do Estado moderno dos últimos cinquenta anos, um lugar de destaque merece ser dado a dois artigos, o primeiro escrito a duas mãos, pelo historiador francês Roland Mousnier e pelo alemão Fritz Hartung, e intitulado ”Quelques problemes concernant la monarchie absolue”, e o segundo pelo historiador italiano Frederico Chabod, intitulado “Y a-t-il um État de la Renaissance?” (Florenzano, Modesto 2007:18) “Voltemos ao artigo de Mousnier e Hartung que acabou por se tornar uma espécie de referência obrigatória para todos os estudiosos do tema do absolutismo. Nesse texto, os dois autores, além de considerar vários fatores

Relacionados

  • Resumo Sobre as origens e o desenvolvimento do Estado moderno no ocidente
    1240 palavras | 5 páginas
  • Cotrim, gilberto – história para ensino médio – brasil e geral – volume único/gilberto cotrim – 1. ed. - capítulo 11 bizâncio. são paulo: saraiva, 2002 – p. 82-87.
    1229 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro 1492 a conquista do paraiso
    3629 palavras | 15 páginas
  • Questões sobre a sociedade moderna
    1283 palavras | 6 páginas
  • A reinvenção da sociedade primitiva resenha
    2173 palavras | 9 páginas
  • As diferenças culturais entre ocidente e islã
    17694 palavras | 71 páginas
  • sociologia
    1733 palavras | 7 páginas
  • Governo antigo romano e grego
    1630 palavras | 7 páginas
  • Fichamento identidade cultural na pos modernidade
    5283 palavras | 22 páginas