Sociedade atual: individualismo e consumismo e o lugar da comunicação social: publicidade e propaganda

3312 palavras 14 páginas
Introdução:
Este trabalho tem por objetivo discutir e analisar, o estudo da antropologia e da sociologia sobre os hábitos das culturas das pessoas, como evoluíram, que períodos passaram. Estudiosos que se dedicaram a esse campo da ciência humana. Em seguida será retratado a sociedade atual e seus hábitos de consumo, o que as levam as compras, por que compram e qual o lugar da Publicidade e propaganda nessa sociedade consumista, que descarta produtos e marcas com facilidade e rapidamente. E por final abordarei o tema “ Publicidade feita para crianças e sua influência na decisão de compra” estudando desde o seu processo de criação, crescimento, quais fatores influenciam em cada idade da criança, se a criança tem papel fundamental no consumo
…exibir mais conteúdo…
Segundo a autora Chauí, a sociologia volta-se para o estudo dos fatos sociais observáveis. Inspirando-se nas ciências naturais, a sociologia positivista fazia da sociedade uma soma de ações individuais e tomava o indivíduo como elemento observável e causa do social, de sorte que não havia a sociedade como um objeto ou uma realidade propriamente dita, mas um efeito de ações psicológicas dos indivíduos. Somente a definição do social como algo essencialmente diferente do psíquico - e como não sendo a mera soma de ações individuais – permitiu o surgimento da sociologia como ciência propriamente dita.
O marxismo permitiu compreender que os fatos humanos são instituições sociais e históricas produzidas não pelo espírito e pela vontade livre dos indivíduos, mas pelas condições objetivas nas quais a ação e o pensamento humano devem realizar. Levou a compreender que os fatos humanos mais originários ou primários são as relações dos homens com a natureza na luta pela sobrevivência e que tais relações são as de trabalho, dando origem ás primeiras instituições sociais: família (divisão sexual do trabalho), pastoreio e agricultura (divisão social do trabalho), troca e comércio (distribuição social dos produtos do trabalho).
Assim, as primeiras instituições sociais são econômicas. Para

Relacionados

  • Análise do anúncio de capricho: simbologia e ideologia do capitalismo na publicidade da revista
    5510 palavras | 22 páginas
  • Resumo: O império do Efêmero
    1329 palavras | 6 páginas
  • temas transversais
    9626 palavras | 39 páginas
  • apostila. comunicacão e expressão unip
    9201 palavras | 37 páginas