Sociedade, educação e emancipação

7182 palavras 29 páginas
CAPÍTULO III

Sociedade, educação e emancipação

Está bem, A SOCIEDADE NOS MOLDA. A educação que recebemos tem por objetivo nos enquadrar às expectativas do meio social em que vivemos — nossa classe, nossa profissão, nosso meio moral. Cada geração transmite à seguinte, através da educação, os elementos fundamentais para a manutenção da estabilidade das coletividades humanas. Esses achados de Durkheim sem dúvida devem ser considerados como um importante ponto de partida da sociologia, e também da sociologia da educação.
Mas nos questionemos um pouco agora sobre o lixo que existe nos porões da sociedade. O que existe por trás das aparências dessa nova, maravilhosa e terrível realidade parida a fórceps pela moderna ordem industrial
…exibir mais conteúdo…
Como disse o amigo e parceiro intelectual Friedrich Engels (1820-1895), num discurso proferido no enterro de Marx, assim como Darwin havia descoberto as leis da evolução das espécies, Marx havia descoberto as leis da história. Nesse sentido, a pretensão de Marx se assemelha muito à de Durkheim: o fundamental para as ciências sociais é que sejam capazes de enunciar leis que tenham tanta validade geral quanto as leis da física ou da biologia.
Bem, mas que “descoberta” era essa? O enunciado da lei da história, segundo Marx, seria algo como o seguinte: “o que move a história é a luta entre as classes sociais”. Compreendendo esta chave, o investigador (e, principalmente, o transformador) social compreenderia a natureza da sociedade capitalista e a direção na qual ela estaria se transformando, graças a suas contradições internas. Como a luta entre as classes chegou então a constituir- se em motor da mudança histórica?

As leis da história

Marx e Engels escreveram que a história humana é a história da relação dos homens com a natureza e dos homens entre si. Nesses dois tipos de relação aparece como intermediário um elemento essencial: o trabalho humano.
É através do trabalho que o homem muda a natureza, colocando-a a seu serviço. Ele planta, colhe, caça, pesca; enfim, vive através de seu trabalho. Na medida em que o ser humano se reproduz, através das relações sexuais entre homem e mulher, esse processo se expande pelo

Relacionados

  • Resumo da obra Educação, cidadania e emancipação humana de Ivo Tonet
    1301 palavras | 6 páginas
  • poderá o direito ser emancipatório?
    1565 palavras | 7 páginas
  • Educação física - abordagem crítico-emancipatória
    1838 palavras | 8 páginas
  • Educação pelo avesso
    10887 palavras | 44 páginas
  • A educação moderna e suas características
    1957 palavras | 8 páginas
  • Prática pedagógica - rumo à educação emancipatória
    3532 palavras | 15 páginas
  • Fichamento: cultura, poder e transformação na obra de paulo freire: rumo a uma política de educação.
    896 palavras | 4 páginas
  • A revolução social
    1418 palavras | 6 páginas
  • ROTEIRO DE LEITURA, RESUMO E ANÁLISE TEXTUAL: EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UM PLANO, MUITOS DESAFIOS E UMA MISSÃO
    1412 palavras | 6 páginas