Soros

3566 palavras 15 páginas
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO 01
2. SOROS – IMUNIZAÇÃO PASSIVA 02
2.1 SOROS HOMOLOGOS 03
2.2 SOROS HETEROLOGOS 04
2.3 SOROS ANTIOFIDICOS 04
2.4 CURIOSIDADES 05
2.4.1 TIPOS DE SOROS 06
3. PRODUÇÃO DE SORO NO BRASIL 07
4. SOBRE OUTROS SOROS 08
4.1 SORO ANTI-TIMOCITÁRIO 08
4.2 SORO ANTI-ARACNIDICO 08
5. CONCLUSÃO 11
6. REFERÊNCIAS 13

1. INTRODUÇÃO

A descoberta dos agentes causadores de doenças infecciosas ocorreu no final do século XIX representou um grande passo para o avanço da medicina. Um dos principais avanços foi o desenvolvimento da soroterapia - aplicação de um soro como terapia. O soro possui elevada concentração de um determinado tipo de anticorpos. Pode ser homólogo, quando obtido de sangue humano, ou heterólogo, se for
…exibir mais conteúdo…
São exemplos de imunoglobulinas humanas específicas: as imunoglobulinas anti-hepatite B, antitetânica, antirábica, antivaricela zóster, etc.

2.1 SOROS HOMÓLOGOS
Soros homólogos podem ser divididos em:
• Soros homólogos ou Imunoglobulina padrão – tem origem humana e é constituído por uma combinação de várias imunoglobulinas de diferentes doadores, o que constitui uma vantagem, uma vez que contém vários anticorpos específicos para diferentes antigênicos. No entanto é condicionada pelo predomínio local de infecções e imunizações, ou seja, os doadores que provêm de regiões onde não há vacinação contra um determinado antigênico ou onde não haja exposição à determinada doença, com certeza terá níveis de anticorpos baixos contra essa doença.
• Soros homólogos específicos ou Imunoglobulina hiperimune – tem origem humana e é utilizada contra a varicela, hepatite B, tétano, hepatite A e raiva. É formado por elevados anticorpos provenientes de indivíduos que apresentavam elevados níveis do anticorpo desejado no seu plasma, o que era conseguido através de estimulação imunológica ou mesmo por aquisição natural. O uso deste tipo de soros é bastante vantajoso uma vez que para além de conter um número elevado de anticorpos, apresenta

Relacionados

  • Volumetria de precipitação: determinação de cloreto em amostra de soro fisiológico e água do mar
    6673 palavras | 27 páginas
  • Desnutrição; desidratação; diarréia; uso de soro – reidratação oral e parenteral; constipação
    5857 palavras | 24 páginas
  • Importância dos soros e vacinas
    2000 palavras | 8 páginas
  • Gotejamento
    994 palavras | 4 páginas
  • Tipos de soro
    2240 palavras | 9 páginas
  • Roteiro De Imunologia Pratica Medicina 2014 2
    4788 palavras | 20 páginas
  • Relatório Científico - Sistema ABO e fator Rh
    929 palavras | 4 páginas
  • OPERAÇÕES UNITÁRIAS E BALANÇOS DE MATÉRIA
    1432 palavras | 6 páginas
  • Vacinas, soros e antibioticos
    1661 palavras | 7 páginas
  • SEPARAÇÃO DAS PROTEINAS DO SORO DE COELHO POR ELE-TROFORESE EM ACETATO DE CELULOSE
    2297 palavras | 10 páginas