Técnicas de avaliação de títulos, ações preferenciais e ação ordinária, após conceituar valor.

1045 palavras 5 páginas
AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

Como firmado anteriormente, o valor de um ativo é igual ao valor presente de seus fluxos de caixa futuros. Essa regra pode ser aplicada a qualquer ativo financeiro, inclusive os títulos. O governo norte-americano, regularmente, toma empréstimos do mercado, emitindo títulos governamentais, para cobrir seu déficit público. As corporações emitem títulos para captar recursos necessários à expansão de suas operações. Dessa maneira, o governo e as corporações que tomam empréstimos comprometem-se a pagar uma certa quantia de juros anuais, semestrais ou trimestrais, em dinheiro, aos portadores desses títulos. A quantia de juro a ser recebida é a taxa de cupom, estabelecida em cada certificado do título. Outra informação encontrada no certificado do título inclui a data do vencimento, o valor de face e o número de vezes que o juro é pago a cada ano. A data de vencimento é a data em que o emissor deve pagar ao investidor o valor de face do título, liquidando, assim, o débito. O valor de face de um título é o valor do título na data do seu vencimento. Quando esses dados estão disponíveis, o valor do título pode ser facilmente determinado.

Como determinar o valor de um título:

1. Calcular o valor presente dos pagamentos de juros;
2. Calcular o valor presente do valor de face;
3. Somar os dois valores presentes.

Observe que ambos os valores, o de face e o de juros, devem ser descontados pela taxa de mercado (a taxa pela qual títulos similares são

Relacionados