Tcc lúdico na educaçao infantil desenvolvimento e aprendisagem

4025 palavras 17 páginas
RESUMO

Este artigo tem como finalidade principal retratar a importância das atividades lúdicas na Educação Infantil. A partir disso, mostraremos a importância do “Lúdico” e como ele, os jogos, brinquedos e brincadeiras podem ser importantes para o desenvolvimento e para a aprendizagem das crianças.
Estudiosas pesquisas têm comprovado a importância das atividades lúdicas, no desenvolvimento das potencialidades humanas das crianças, proporcionando condições adequadas ao seu desenvolvimento físico, motor, emocional, cognitivo e social. Atividade lúdica é toda animação que tem como intenção causar prazer e entretenimento a quem pratica. São lúdicas as atividades que propiciam a experiência completa do momento, associando o ato, o
…exibir mais conteúdo…
O artigo 29 seção II sinaliza que a “educação Infantil”, primeira etapa da Educação básica tem com finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade. “Em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, completando ação da família e da comunidade”. Conclui-se que a melhoria significativa aconteceu na educação infantil, onde a mesma passou a ser reconhecida como direito social para todas as crianças. Atualmente, num mundo globalizado e de freqüentes mudanças devemos repensar qual é o papel da escola.

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a educação infantil (1998p. 163). “O mundo em que as crianças vivem constituem fenômenos naturais e socais indispensáveis diante do qual elas se mostram curiosas e investigativas”.

Pode perceber que as brincadeiras, jogos e lúdico em geral estão presentes em todo documento de a educação infantil, consecutivamente com o objetivo e intenção de edificação de conhecimento e aprendizagem. Desde a formação social quanto ao conhecimento de mundo, onde o lúdico se torna uma orientação didática.

A conduta lúdica oferece oportunidades para experimentar comportamentos que, em situações normais, jamais seriam tentadas pelo medo do erro e da punição (Kishimoto, 1998.140).

A função constitucional do educador é a de orientar as tarefas, ele necessita apresentar

Relacionados