Teoria do discurso epico- literatura

867 palavras 4 páginas
Teoria Épica do Discurso
Há várias formas de pensar sobre o discurso, mas o que seria o discurso? É o processo de estruturação da significação único e inesgotável, passível de múltiplas manifestações. Sua especificidade é o uso da palavra, o discurso é o processo de criar sentido.
Ao longo dos anos da história da humanidade foram criados vários tipos de discursos e será destacado aqui o discurso épico do conhecimento, que usava a palavra para fazer arte, representando esteticamente a dimensão existencial. Por meados do século XVI chegou até a haver um desinteresse crítico pela epopeia por conta da teoria épica de Aristóteles aceita na sociedade, que era de caráter crítico como mais uma reflexão do discurso, então a perspectiva
…exibir mais conteúdo…
Então, o sujeito se torna um heroi quando pisa no plano maravilhoso, fundindo os dois planos e ganhando com a condição mítica a imortalidade e heroicidade.
Os Modelos Épicos Para a identificação das diferentes manifestações do discurso épico são propostas três categorias críticas: o modelo épico clássico, o modelo épico renascentista e o modelo épico moderno, designando manifestações do discurso épico para a evolução da epopeia.
Modelo épico

Relacionados

  • ANÁLISE DA OBRA “OS LUSÍADAS" - DE LUÍS VAZ DE CAMÕES - ANÁLISE DO CANTO V
    5720 palavras | 23 páginas
  • Jorge luis borges e o martín fierro
    3460 palavras | 14 páginas
  • Narrativas curtas: conto e crônica
    3832 palavras | 16 páginas
  • A lógica da criação literária, Kate Hamburger
    14408 palavras | 58 páginas
  • A arte de imitar, segundo a poética de aristóteles
    1892 palavras | 8 páginas
  • A leitura como função pedagógica
    4630 palavras | 19 páginas
  • As vozes narrativas no conto retábulo de santa joana carolina de osman lins
    3917 palavras | 16 páginas
  • Gbfbgf
    2485 palavras | 10 páginas