Termoquímica

1628 palavras 7 páginas
Termoquímica
Parte I
1. (Fuvest 2013) Em uma reação de síntese, induzida por luz vermelha de frequência f igual a 4,3 × 1014 Hz, ocorreu a formação de 180 g de glicose. Determine
a) o número N de mols de glicose produzido na reação;
b) a energia E de um fóton de luz vermelha;
c) o número mínimo n de fótons de luz vermelha necessário para a produção de 180 g de glicose;
d) o volume V de oxigênio produzido na reação (CNTP).
Note e adote: 6H2O + 6CO2 + energia → C6H12O6 + 6O2 ; Massas molares: H (1g/mol), C (12g/mol), O (16g/mol); Energia do fóton: E = h f; Constante de Planck: h = 6,6 × 10−34 J ⋅ s; Nessa reação são necessários 2800 kJ de energia para a formação de um mol de glicose; 1 mol de gás ocupa 22,4 L (CNTP – Condições
…exibir mais conteúdo…

Reações conhecidas pelo nome de Termita são comumente utilizadas em granadas incendiárias para destruição de artefatos, como peças de morteiro, por atingir temperaturas altíssimas devido à intensa quantidade de calor liberada e por produzir ferro metálico na alma das peças, inutilizando-as. Uma reação de Termita muito comum envolve a mistura entre alumínio metálico e óxido de ferro III, na proporção adequada, e gera como produtos o ferro metálico e o óxido de alumínio, além de calor, conforme mostra a equação da reação:

2 Aℓ (s) + Fe2O3 (s) → 2 Fe (s) + Aℓ 2O3 (s) + calor
Re ação de Ter mi ta
Dados:
Massas atômicas: Aℓ = 27 u; Fe = 56 u e O = 16 u
Entalpia Padrão de Formação:

ΔH0 f Aℓ 2O3 = −1675,7 kJ ⋅ mol−1; ΔH0 f Fe2O3 = −824,2 kJ ⋅ mol−1;
ΔH0 f Aℓ0 = 0 kJ ⋅ mol−1; ΔH0 f Fe0 = 0 kJ ⋅ mol−1

6. (Espcex (Aman) 2014) Considerando a equação de reação de Termita apresentada e os valores de entalpia (calor) padrão das substâncias componentes da mistura, a variação de entalpia da reação de Termita é
a) ΔH0 f = +2111,2 kJ
b) ΔH0 f = −1030,7 kJ
c) ΔH0 f = −851,5 kJ
d) ΔH0 f = −332,2 kJ
e) ΔH0 f = −1421,6 kJ
7. (Ita 2013) Assinale a opção que apresenta a afirmação CORRETA.
a) Um paciente com calor de 42°C apresenta-se febril.
b) A adição de energia térmica à água líquida em ebulição sob pressão ambiente causa um aumento na sua capacidade calorífica. c) Na temperatura de −4°C e pressão ambiente, 5 g de água no

Relacionados