Teste psicologico

5802 palavras 24 páginas
I - INTRODUÇÃO
A Psicologia contemporânea parece confundir-se com a aplicação dos testes e, em alguns casos, julga-se que, sem esse tipo de instrumento, o psicólogo não seria capaz de fazer qualquer afirmação científica do comportamento humano. Talvez seja pelo fato das ciências serem conhecidas por suas técnicas que lhes permitem aplicações e resultados visíveis. Assim, como o público tende a ver os antibióticos como capazes de curar todas as infecções, por analogia, também à considerar os testes como recursos infalíveis para conhecer as pessoas e suas aptidões.
No entanto, assim como o médico é obrigado a conhecer a potencialidade dos remédios e a levar em conta suas contra-indicações, da mesma forma o psicólogo deve saber, não apenas
…exibir mais conteúdo…

Cattell seguiu as ideias de Galton, dando ênfase às medidas sensoriais, porque elas permitiam uma maior precisão.
3.3 - A Década de Binet: 1900. Seus interesses se voltavam para avaliação das aptidões mais nas áreas acadêmica e da saúde. Alfred Binet e Henri fizeram uma série de crítica aos testes até então utilizadas, afirmando que eram medidas exclusivamente sensoriais que, embora permitisse maior precisão, não tinham relação importante com as funções intelectuais. Seu conteúdo intelectual fazia somente referências às habilidades muito específicas de memorizar, calcular, quando deveriam se ater às funções mais amplas como memória, imaginação, compreensão, etc. Em 1905, Binet e Simon desenvolveram o primeiro teste com 30 itens (dispostos em ordem crescente de dificuldade) com o objetivo de avaliar as mais variadas funções como julgamento, compreensão e raciocínio, para detectar o nível de inteligência ou retardo mental de adultos e crianças das escolas de Paris. Estes testes de conteúdo cognitivo atendiam a funções mais amplas, e foram bem aceitos, principalmente nos EUA, a partir da sua tradução por Terman (1916), nascendo, assim, a era dos testes com base no Q.I. (idealizado por W. Stern).
Q.I. = 100 (IM/IC)3
O período de 1910-1930, é considerado a era dos testes de inteligência sob as influências: Do segundo

Relacionados

  • TESTES PSICOLOGICOS
    1916 palavras | 8 páginas
  • Resenha critica testes psicologicos
    812 palavras | 4 páginas
  • Texto dissertativo: Natureza e uso dos testes psicológicos.
    1278 palavras | 6 páginas
  • Análise crítica a partir de reportagem sobre Testes Psicológicos
    2013 palavras | 9 páginas
  • Teste psicologico
    900 palavras | 4 páginas
  • Testes psicologicos
    1608 palavras | 7 páginas
  • Trabalho sobre testes psicologicos
    950 palavras | 4 páginas
  • Laudo Final Bateria De Testes Psicologicos
    625 palavras | 3 páginas
  • testes psicometricos
    1672 palavras | 7 páginas
  • ATPS Avaliação Psicológica 1
    1176 palavras | 5 páginas