Tipos de caldeiras

1997 palavras 8 páginas
História da Evolução das Caldeiras

Embora existam referências a vários dispositivos produtores de vapor, foi apenas quando a utilização de máquinas a vapor para obtenção de força motriz para as indústrias se começou a generalizar que as caldeiras para a produção do mesmo começaram a evoluir, numa busca do melhor aproveitamento possível da energia fornecida pelo combustível. Na sua origem as caldeiras eram idênticas às actuais panelas de pressão, recipientes metálicos, cilíndricos, sendo a chama colocada por baixo deles.
Apenas a utilização de carvão permitiu a este tipo de caldeira produzir vapor em quantidade suficiente para accionar máquinas, já que o baixo poder calorífico da lenha levou ao fracasso as experiências primitivas.
O primeiro aperfeiçoamento foi a caldeira tipo cornualha, em que o fogo é feito no interior de um tubo que atravessa o cilindro de água, são caldeiras de grande volume de água e de rendimento ainda relativamente baixo, ainda que este possa ser um pouco melhorado enrugando a parede do tubo, ou mesmo dispondo dois tubos de fogo independentes no interior da caldeira.
Nos fins do século XVIII e início do século XIX, evoluem, aparecendo tubos de retorno para os fumos, para aumentar a superfície de troca de calor. Estas caldeiras levam gradualmente às caldeiras de tubos de fogo
Depois disso vem outro aparecimento das caldeiras de tubo de água, para a utilização do vapor na movimentação de turbinas, é essencial que este esteja completamente

Relacionados

  • Itens de segurança em caldeiras
    3636 palavras | 15 páginas
  • Caldeiras e vasos de pressão
    2763 palavras | 12 páginas
  • Controle de caldeira
    5673 palavras | 23 páginas
  • Princípios de Caldeiras
    1015 palavras | 5 páginas
  • laudo de caldeira
    1248 palavras | 5 páginas
  • Projeto Automação de Caldeiras
    1232 palavras | 5 páginas
  • Analise de Agua de Caldeira
    1803 palavras | 8 páginas
  • Tipos De Caldeiras E NR13
    1372 palavras | 6 páginas