Tríade parnasiana

978 palavras 4 páginas
A “Tríade parnasiana: à direita, Olavo Bilac, Raimundo Correia ao centro e, à esquerda Alberto de Oliviera.
A “Tríade parnasiana: à direita, Olavo Bilac, Raimundo Correia ao centro e, à esquerda Alberto de Oliviera.
Trabalho Tríade Parnasiana
Trabalho Tríade Parnasiana

I. Raimundo Correia
Raimundo Correia, também conhecido como ‘’O poeta das pombas’’ nasceu no dia 13 de maio de 1855, a bordo de um navio no estado do Maranhão. Filho de família de classe alta, realizou o curso secundário no Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Em 1882 formou-se em Direito pela Faculdade do Largo São Francisco (SP) e, logo depois, retornou ao Rio de Janeiro, onde fez uma sucedida carreira judiciária. Raimundo Correia iniciou sua carreira poética com
…exibir mais conteúdo…

O escritor trabalhou nas descrições detalhadas e mostrava um apreço muito grande pelas descrições de objetos. Estas características são muito presentes em seu poema ‘’Vaso Grego’’.
‘’Esta de áures relevos, trabalhada
De divas mãos, brilhante copa, um dia’’ (Vaso Grego)
O parnasiano foi professor de literatura, funcionário público e um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Projetou-se logo como integrante da tríade parnasiana, junto com Raimundo Correia e Olavo Bilac. Iniciou sua carreira como poeta romântico, passando a seguir o ideal de ‘’arte pela arte’’ e se adaptar na rigidez métrica do parnasianismo. Sua obra poética envolve, entre outros livros: ‘’Canções Românticas’’, ‘’Meridionais’’, ‘’Sonetos e Poemas’’, ‘’Versos e Rimas’’. Alberto de Oliveira falaceu em janeiro de 1937 em Niterói (RJ).
III. Olavo Bilac
Olavo Bilac nasceu em 1865 e faleceu em 1918. Carioca, começou a estudar medicina no Rio de Janeiro e direito em São Paulo, porém não terminou nenhum dos dois cursos. Bilac começou sua carreira de jornalista literário em 1887 e colaborou com vários jornais e revistas, chegou a fundar vários jornais, como "A Cigarra", e "A Rua", entretanto estes tiveram vida curta. Em 1888 seu livro “Poesias” foi publicado, livro este que lançou Bilac a fama. Publicou crônicas, conferências literárias, discursos, livros infantis e didáticos, e

Relacionados

  • Alberto de Oliveira
    932 palavras | 4 páginas
  • Parnasianismo - Questões
    2414 palavras | 10 páginas
  • Revisão literária (trovadorismo ao simbolismo
    1248 palavras | 5 páginas
  • SONETOS
    10813 palavras | 44 páginas