Trabalho e Capital Monopolista Harry Braverman Cap 1 e 2

1238 palavras 5 páginas
“Trabalho e Capital Monopolista” – A Degradação do Trabalho no Século XX - de Harry Braverman I Parte – Trabalho e gerência
Capítulo 1 – “Trabalho e Força de Trabalho”
O trabalho humano é consciente e proposital, ao passo que o trabalho dos animais é instintivo. Assim, o trabalho como atividade proposital, orientado pela inteligência, é produto especial da espécie humana e a espécie humana é um produto especial desta forma de trabalho. “Ao agir assim, sobre o mundo externo e transformá-lo, ele ao mesmo tempo modifica sua própria natureza” – Marx. O trabalho que ultrapassa a mera atividade instintiva é assim a força que criou a espécie humana e a força pela qual a humanidade criou o mundo como o conhecemos.
Onde a divisão de função no seio de outras espécies animais foi atribuída pela natureza e impressa no genótipo sob a forma de instinto, a humanidade é capaz de uma infinita variedade de funções e divisão de funções com base nas atribuições da família, do grupo e sociais.
Ex: A aranha tece sua rede de acordo com uma incitação biológica e não pode delegar esta função a outra aranha, desenvolvendo esta atividade por ser inerente à sua própria natureza. Já os homens e mulheres, possuem os padrões de trabalho definidos pelas formas sociais. Deste modo, os animais possuem como inviolávela unidade entre força motivadora do trabalho e o trabalho em si mesmo, enquanto os homens não. Assim, a ideia concebida por uma pessoa pose ser executada por outra.
O autor define que os

Relacionados

  • 1 ano arte atividades cap 1 e 2 1
    1801 palavras | 8 páginas
  • Exercicios - cap 1 e 2 - osni moura
    5994 palavras | 24 páginas
  • Resenha o capital capítulos 1, 2 e 3
    2151 palavras | 9 páginas
  • Resumo PMBOK - Cap 1, 2 e 5
    1769 palavras | 8 páginas
  • Capitalismo Monopolista Cap Tulo 10 E 11
    1666 palavras | 7 páginas
  • Resenha: braverman, h. trabalho e capital monopolista
    1199 palavras | 5 páginas
  • PARA UMA REVISÃO DO CONCEITO DE “DEGRADAÇÃO DO TRABALHO”: RESENHA DE “TRABALHO E CAPITAL MONOPOLISTA” DE HARRY BRAVERMAN
    3695 palavras | 15 páginas